Logostica portuaria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4490 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE JOAQUIM NABUCO


BACHAREL EM ADMINISTRAÇÃO




























|LOGÍSTICA PORTUÁRIA |
|PROCESSO DE TRANSPORTE DE GRÃOS COM |
|A INTERAÇÃO DO MODALFERROVIÁRIO |



































RECIFE


2012



1 ADELSON BEZERRA SILVA JUNIOR


JULIANA SILVA DE ARRUDA


PATRICIA MARIA SOUZA DA SILVA


THAIS NAIARA




















LOGÍSTICA PORTUÁRIA
PROCESSO DETRANSPORTE DE GRÃOS COM
A INTERAÇÃO DO MODAL FERROVIÁRIO




Trabalho da disciplina de Auditoria apresentado à Faculdade Joaquim Nabuco como requisito complementar para obtenção do título de Bacharel em Administração, sob orientação do professor: Edson Brigido da Silva Neto

















RECIFE


2012




Sumário

APRESENTAÇÃO 41 INTRODUÇÃO 5

1.1 Custos dos Modais 6

2 a soja e seus processos 6

2.1 Escoamento da produção de soja 8
2.1.1 Transporte das lavouras para o armazém da fazenda 9
2.1.2 Transporte dos armazéns dos produtores diretamente para exportação ou para a indústria de processamento: 9
2.2 PROBLEMAS LOGÍSTICOS DE EXPORTAÇÃO DA SOJA EM GRÃO 9
2.2.1 Armazenagem 10
2.2.2Transporte Ferroviário 10
2.3 Impactos Ambientais 11

3 transnordestina 12


4 CONE SUAPE: CONDOMÍNIO DE NEGÓCIOS. 13

4.1 A CONE se divide em: 13
4.2 CONE MULTIMODAL 14
4.3 CONE PLUG & PLAY 14
4.4 CONE MULTICENTER 14
4.5 CONE ZPE 14
4.6 CONE ZPA 15

5 vIABILIDADE E OPORTUNIDADE EM PERNAMBUCO 15


6 CONSIDERAÇÕES FINAIS 17


7 REFERÊNCIAS 18APRESENTAÇÃO





O presente trabalho tem por objetivo apresentar e analisar alternativas de escoamento de grãos através de transporte multimodal a partir de algumas regiões do Brasil baseando se na redução de custos internos de transporte e analisando o modal como fator de decisão a alternativa que apresenta menores custos internos de transporte.


No Brasil, as novas estratégias de crescimentopontuadas para o complexo industrial e portuário de Suape - PE foram evidenciadas. O complexo está sendo preparado para ingressar em nova fase de captação de iniciativas empresariais para abrigar um polo provedor de bens e serviços para as indústrias de petróleo, gás e naval e, assim, viabilizar o escoamento mais competitivo de algumas das principais riquezas produzidas no Brasil. Também é possíveldestacar que o Brasil é o segundo maior produtor de soja do mundo, é um país de dimensões continentais, no qual o transporte ferroviário representa uma enorme oportunidade para redução de custos. O dissel que é um dos combustíveis mais utilizados pelo modal ferroviário e também o maior causador de impactos ambientais,


 



INTRODUÇÃO


Em 2003, o Brasil figura como o segundoprodutor mundial, responsável por 52, das 194 milhões de toneladas produzidas em nível global ou 26,8% da safra mundial. Uma nova cadeia produtiva se instalou em torno da soja se instalou em torno da soja, gerando produtos como óleo e farelo bruto e indústrias de refino do óleo destinado ao consumo humano. A região Centro-oeste se transformou rapidamente na principal região produtora de soja do país,superando os 10 milhões de toneladas anuais. A política de crédito para comercialização implantada pelo Governo, principalmente na década de 80, permitiu às empresas e aos agricultores arcarem com o custo de transição e adaptação a uma nova região produtora.


Atualmente o Brasil passa por situação bastante promissora no que diz respeito a sua balança comercial. A soma das importações e...
tracking img