Logistica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1448 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O IMPACTO DO PLANEJAMENTO E
GERENCIAMENTO DE ESTOQUE NO
RESULTADO FINANCEIRO - ESTUDO
DE CASO WHIRLPOOL S.A. - UNIDADE
EMBRACO

Este artigo apresenta o modelo de gerenciamento de estoques, cujo principal objetivo é reduzir custos de estoques, melhorarem os indíces financeiros relacionados ao fluxo de caixa, sem prejudicar o nivel de atendimento oferecido aos clientes seja prejudicado.Componentes do grupo


O processo de produzir:

" Não apenas fazer coisas diferentes, mas sim fazer de forma diferente “
“Produzir englobando abastecer, produzir e distribuir, e abastecer englobando o processo de comprar”.

SUMÁRIO

1. Introdução
2. Gerenciamento de estoques _3. Estudo de caso da Whirlpool S.A – unidade Embraco
Planejamentos de médio prazo
Planejamentos de curto prazo
4. Resultados e conclusões
5. Conclusão

1. Introduçao

O gerenciamento de estoques de produtos possui importancia estrategica para as empresas de manufatura em geral. A manutençao de estoques ajudam na reduçao do tempo de atendimento ao cliente, reduz aprobabilidade de ocorrencias por vendas perdidas, e é fundamental para manter-se no mercado competitivo.
Em contrapartida, estoques trazem consigo custos de armazenagem, obsolecência e de capital, entre outros, isso pode impactar diretamente no resultado financeiro da empresa. Sabe-se que as empresas estão sempre buscando um melhor gerenciamento em suas vendas, pois é de fundamental importânciamensurar a demanda e quantificar custos de manutenção e obtenção de estoques, salientando então, os custos de obtenção e manutenção dos estoques. Deve-se saber se os estoques estão tendo a utilidade adequada ao dispêndio, apresentando o retorno esperado pelo investimento.

2. Gerenciamento de estoques

Segundo Ryzin (2001), estoques existem devido ao desbalanceamento que ocorre entre ossuprimentos e a demanda no tempo. Em uma empresa de manufatura, a criaçao de estoques se dá pela diferença entre produçao e vendas acumuladas.
Exitem algumas quatro causas básicas para esse desbalanceamento, segundo o autor.

Desbalanceamentos planejados, opção da empresa, contrói estoques estratégicos para suprir períodos de alta demanda ou aumentar o nível em virtude de descontos nacompra de materiais.

Segunda causa de existência de estoques ocorre devido à distância entre o ponto de produção e vendas, o que gera estoques em trânsito.

Terceira causa são as economias em escala, lotes maiores de produção, de compras, e de transporte, aumentam os estoques em trânsito, em processo, de produtos acabados e de matéria-prima.

E por fim, estoques existem para absorveras incertezas da demanda e de suprimento, garantindo o atendimento dos clientes.

Para outros, estoques existem para deixar o mercado mais competitivo, de acordo com a exigência dos clientes. Onde se valoriza muito o nível de atendimento e velocidade da entrega.
Resumindo, as empresas podem optar por dois modelos de produçao:

- Produçao contra ordens de vendas – Onde só é feita aprodução do produto se houver pedido de compra do cliente, assim não é necessario manter estoques,
porem a um prazo maior para a entrega.

- Produção para estoques – Onde o produto é produzido e armazenado para vendas e atendimentos mais imediatos, porem, em contrapartida entra nesta relaçao os custos de estoques, entre eles, o custo de aquisiçao, armazenagem, manuseio, capital,obsolecência, depreciação e seguros.

Para avaliar o impacto dos estoques no desempenho econômico-financeiro da empresa, são utilizados índices financeiros.

- Indicadores de liquidez – medem a capacidade de pagamento da empresa. Ao acelerar a conversão dos estoques em venda, automaticamente aumenta o fluxo de entrada de dinheiro.

- Indicadores de atividade – indicam com maior relevância o...
tracking img