Logistica hp

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3350 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Entrevistas
Estratégias mundiais de logística
05 de Janeiro de 2009 http://www.logweb.com.br/index.php?urlop=entrevista&nid=MTU=

O executivo Leo Bischoff é um dos responsáveis por distribuir os produtos da HP ao mundo todo. É um trabalho que envolve planejamento e estratégias para atender um enorme mercado global, com diferentes realidades, em países dos cinco continentes.

Leo Bischoffconcedeu uma entrevista para a revista Cargo News, realizada durante o SCALA 2008, quando a HP recebeu o prêmio Destaque Cadeia Logística, no segmento Tecnologia, em conjunto com os parceiros: DHL Global Forwarding (agente de carga), Transportadora Fogagnoli (transportador rodoviário) e a empresa CEVA Freight Management do Brasil (despachante aduaneiro).

Em seu cargo de vice-presidenteMundial de Logística, quais são as suas atribuições e áreas de atuação?
Na minha função eu sou responsável pela logística da HP, em nível mundial e a logística é praticamente única para os diferentes segmentos que nós temos. Dentro da HP, nós temos hoje quatro grandes divisões: a divisão mais voltada para a parte de computadores pessoais, a parte de imagem e impressoras, a parte de computadores degrande porte e uma divisão forte de serviços. A nossa função é fazer a logística para essas quatro divisões. É a parte mais estratégica da logística, nós temos grupos em diferentes negócios, cuidando do dia-a-dia, da execução e nós fazemos a parte estratégica, a parte de longo prazo, a parte de compras, de negociação, de desenvolvimento de fornecedores, de comércio exterior e toda a parte de projetosde criação da rede logística e de supply chain em nível mundial.

E no Brasil, também há produção?
No Brasil nós temos, como na maioria dos países, uma subsidiária, que é de grande porte. O Brasil é um país extremamente estratégico para a HP, é um país que vem crescendo bastante e é um país que está tendo atenção mundial, que é muito interessante e eu acho que isso, obviamente, não é só naHP. Hoje o Brasil está bastante visível para negócios, para investimentos. As fábricas, em sua grande maioria, são regionalizadas, há uma concentração muito grande de fábricas na Ásia, mas existem fábricas também em outros lugares estratégicos. Nós temos operações aqui no Brasil, na Índia, na China, em todos os grandes países que estão hoje em desenvolvimento. Hoje essas fábricas são quase todas,em parceria com fornecedores e empresas que fabricam os computadores. E nós temos no Brasil, uma operação também de servidores, que é da própria empresa
.

A HP é líder em algum segmento no Brasil?
Existem várias linhas de produtos e em várias linhas desses produtos, definitivamente a HP é líder. Na parte de computadores existem os altos e baixos. Em geral, mundialmente, as diferentes linhasde produtos e computadores, que vão desde os computadores de mão até os de grandíssimo porte, em geral a HP está em primeiro lugar ou em segundo, em alguns segmentos.

A empresa funciona utilizando o sistema global sourcing?
Funciona, com raras exceções. Existem soluções diferenciadas em alguns países, porque efetivamente faz parte da estrutura. Por exemplo, nós temos a fabricação decomputadores, impressoras e outros produtos de servidores no Brasil, mas nós não temos em outros países diferentes. Muito tem a ver com a própria regulamentação, com a própria estrutura de cada país. Mas em geral, cada vez mais em nível mundial você vê o global sourcing, até porque hoje há uma guerra de preços muito grande. Você tem que ser competitivo. Inclusive na parte logística, as soluçõeslogísticas são cada vez mais centralizadas, cada vez mais estruturadas mundialmente, porque por mais incrível que possa parecer, em qualquer um dólar que você consegue reduzir em supply chain e logística faz uma grande diferença na hora da venda e isso é extremamente importante.

As atividades no Brasil são de importação e exportação?
Sim, nós também exportamos. Obviamente que hoje não exportamos...
tracking img