Logistica de petroleo e gas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2726 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO – UNICEUMA

COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA EM PETRÓLEO E GÁS

CURSO DE TECNOLOGIA EM PETRÓLEO E GÁS

ESTUDO DE INTRODUÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS

Arranjo Físico de Tanker

Bruno Vinicius CPD 910508

Maeme da Silva Menescal CPD 923230

Moislene Boaz CPD 921968

Wasley Sales CPD 907273

São Luis – MA

2011

Bruno Vinicius CPD 910508Maeme da Silva Menescal CPD 923230

Moislene Boaz CPD 921968

Wasley Sales CPD 907273

ESTUDO DE INTRODUÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS

Arranjo Físico ou Layout de Tancker

Estudo de Introdução a Petróleo e Gás do Curso Superior de Tecnologia em Petróleo e Gás do Centro Unificado do Maranhão– UNICEUMA, para avaliar o conhecimento sobre o assunto esomar a avaliação do 2º bimestre.

São Luis – MA

2011

QUADRO DE FIGURAS

Figura 01 – Disposição dos compartimentos - vista de perfil. 09

Figura 02 – Disposição dos compartimentos - vista de topo. 10

Figura 03 – Polpa e casa de máquinas de um petroleiro. 10

Figura 04 – Detalhe da casa de máquina 10

Figura 05 – Arranjo físico de um petroleiro. 11

QUADRO DE SIGLASCCC – Centro de Controle de Carga

DWT – Deadweight

GIAONT – Grupo de Inspeção e Acompanhamento Operacional de Navios em Terminais

ISGOTT – International Safety Guide for Oil Tankers and Terminals

SGI – Sistema de Gás Inerte

SSPP – Sistema de Gerenciamento de Segurança e Prevenção de Poluição da Fronape (Transpetro)

ULCC – Ultra Large Crude Carrier

VLCC – Very Large CrudeCarrier

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO 05

1. REFERENCIAL TEÓRICO 05

1. Definição 05

2. Objetivo 05

3. Tipologia dos arranjos físicos 06

2. OBJETIVO 08

3. PETROLEIROS 09

4. ARRANJO FÍSICO 09

5. DISCUSSÃO 11

1. Transporte de Cabotagem 11

2. Sistema deMedição de Tanques em Tankers 12

3. Operações de Carregamento 12

4. Operações de Descarga 14

5. Operações nas Bases ou Terminais 15

CONSIDERAÇÕES FINAIS 16

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 17

ANEXO 18

INTRODUÇÃO

O espaço físico de uma organização influencia no trabalho humano e no fluxo das operações. Quando é estabelecidoinformações quanto à distribuição de móveis, pessoas, matéria-prima, máquinas e equipamentos, diretamente geram motivação ao individuo que esta executando to trabalho, refletindo em uma maior economia e produtividade.

Após a extração o petróleo precisa ser transportado para os terminais ou refinarias, e esse processo é realizado através de oleodutos ou Tankers.

1. REFERENCIAL TEÓRICO

1.Definição

Fazer o arranjo físico de uma área qualquer é planejar e integrar os caminhos dos componentes de um produto ou serviço, a fim de obter o relacionamento mais eficiente e econômico entre o pessoal, máquina, equipamentos e materiais que se movimentam.

2. Objetivo

Um bom projeto de arranjo físico pode visar tanto eliminar atividades que não agreguem valor, comoenfatizar atividades que agreguem.

1. Melhorar a utilização do espaço disponível:

– menor quantidade de material em processo;

– distâncias minimizadas de movimentação de materiais, serviços e pessoas;

– disposição racional das seções.

2. Aumentar a moral e a satisfação do trabalho:

– ordem no ambiente e limpeza;– sanitários.

3. Incrementar a produção:

– fluxo mais racional.

4. Redução de manuseio:

– utilização da movimentação no processo produtivo.

5. Redução do tempo de manufatura:

– reduzindo demoras e distâncias.

6. Redução dos custos indiretos:

– menos congestionamento e confusão;

– menos manuseio...
tracking img