Login

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1195 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1. IDEOLOGIA (in: Ideology; fr: Idéologie; ai: Ideologie; it: Ideologia). Esse termo foi criado por Destut de Tracy (Idéologie,1801) para designar "a análise das sensações e das idéias", segundo o modelo de Condillac. AI., constituiu a corrente filosófica que marca a transição do empirismo iluminista para o espiritualismo tradicionalista e que floresceu na primeira metade do séc. XIX. Emboraalguns ideologistas franceses fossem hostis a Napoleão, este empregou o termo em sentido depreciativo, pretendendo com isso identificá-los com "sectários" ou "dogmáticos", pessoas carecedoras de senso político e, em geral, sem contato com a realidade (PICAVET, Les idéologues,Paris, 1891). Aí começa a história do significado moderno desse termo, não mais empregado para indicar qualquer espécie deanálise filosófica, mas uma doutrina mais ou menos destituída de validade objetiva, porém mantida pelos interesses claros ou ocultos daqueles que a utilizam. Nesse sentido, em meados do séc. XIX, a noção de ideologia passou a ser fundamental no marxismo, sendo um dos seus maiores instrumentos na luta contra a chamada cultura "burguesa". Marx de fato (cf. Sagrada família, 1845; Miséria da filosofia,1847)afirmara que as crenças religiosas, filosóficas, políticas e morais dependiam das relações de produção e de trabalho, na forma como estas se constituem em cada fase da história econômica. Essa era a tese que posteriormente foi denomina de materialismo histórico. Hoje, por ideologia entende-se o conjunto dessas crenças, porquanto só têm a validade de expressar certa fase das relações econômicas e,portanto, de servir à defesa dos interesses que prevalecem em cada fase desta relação. Foi exatamente com esse sentido que a ideologia foi estudada pela primeira vez em Trattato disociologia generale (1916) de Vilfredo Pareto, apesar de, nesta obra, não ser usado o termo ideologia (que fora empregado em Sistemi socialisti, 1902, pp. 525-26). Em Pareto, a noção de ideologia corresponde à noção deteoria não-científica, entendendo-se por esta última qualquer teoria que não seja lógico-experimental. Segundo Pareto, uma teoria pode ser considerada: A) em seu aspecto objetivo, em confronto com a experiência; B) em seu aspecto subjetivo, em sua força de persuasão; C) em

sua 14).

utilidade social,

para

quem

a

produz

ou

a

acata

(Trattato, §

As

teoriascientíficas

ou

lógico-experimentais

são

avaliáveis

objetivamente, mas não nos outros modos, porque seu objetivo não é o de persuadir (Jbid., § 76). Portanto, só as teorias não científicas são avaliáveis com base nos outros dois aspectos. Ciência e ideologia pertencem, assim, a dois campos separados, que nada têm em comum: a primeira ao campo da observação e do raciocínio; a segunda aocampo do sentimento e da fé. Com justeza foi frisada a importância dessa distinção, que, por um lado, torna impossível considerar verdadeira uma teoria persuasiva (ou útil) ou persuasiva (ou útil) uma teoria verdadeira e, por outro, permite "compreender antes de condenar e fazer a distinção entre o estudioso dos fatos sociais e o propagandista ou apóstolo" (BOBBIO, Vilfredo Pareto e Ia critica delleideologia ,Riv. diFil, 1957, p. 374). Do ponto de vista da análise da ideologia, a doutrina de Pareto estabeleceu um ponto importante: a função da ideologia é em primeiro lugar persuadir, dirigir a ação. Esse aspecto foi desprezado pelo outro teórico da ideologia, Mannheim. Este distinguiu um conceito particular e um conceito universal de ideologia. Em sentido particular, entende-se por ideologia"o conjunto de contrafações mais ou menos deliberadas de uma situação real cujo exato conhecimento contraria os interesses de quem sustenta a ideologia ". Em sentido mais geral, entende-se por ideologia a "visão do mundo" de um grupo humano, p. ex., de uma classe social. Segundo Mannheim, a análise de ideologia no primeiro sentido deve ser feita no plano psicológico; a análise da ideologia no...
tracking img