Logica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 42 (10470 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
01. O que significa lógica?
O primeiro capítulo da Propedêutica é uma mera apresentação, possuindo menor quantidade de conteúdo se comparado com outros capítulos do livro. Nele, Tugendhat, com o objetivo de elucidar em que sentido a palavra ‘lógica’ será utilizada (no restante do livro), divide a história da disciplina da lógica em três partes e identifica três modos de se compreender alógica. 1.1.        O que em geral se entende por ‘lógica’? O autor ao propor a questão “o que significa lógica?” não está à procura de uma resposta essencialista, ou seja, não estão buscando a característica essencial ou uma definição [i.e. um conjunto de características necessárias e suficientes do conceito ‘lógica’]. Sem pretensões essencialistas, os autores buscam apenas clareza [i.e. querem apenaselucidar o que entendem por ‘lógica’]. “(...) não é contudo sensato perguntar qual é o significado correto de uma palavra, já que não existe um significado verdadeiro de uma palavra. O que deve ser aqui evitado não é o erro, mas sim a falta de clareza.” (p. 9) O autor apresenta a ‘lógica’ como tendo a ver com “os princípios da inferência válida na medida em que essa inferência se baseia na meraforma dos enunciados” (p. 12 e 13). Em resumo, pode-se dizer que a lógica é a teoria da inferência formalmente válida. [Para esclarecer isso, clique aqui.] Para ter uma idéia do que isso diz, tentemos compreender, sem muito rigor, o que seriam: princípios, inferência, enunciados e forma.   De maneira não rigorosa, podemos considerar:  ‘enunciados’, ‘juízos’ e ‘frases’ como sendo sinônimos, e.g.“Sócrates é mortal” é um enunciado, uma frase, um juízo (isso é apenas uma explicação grosseira! Uma discussão mais precisa será feita no capítulo 2);  ‘princípios’ como sendo ‘determinadas regras, leis ou relações’ (p. 10);  ‘inferência’ como, grossamente, sendo ‘a maneira com um juízo é deduzido de outro’ (p. 12), e.g. deduzimos o juízo [enunciado, frase] “Sócrates é mortal” dos juízos [enunciados,frases] “Sócrates é um homem” e “Todos os homens são mortais” (esses três enunciados formam um exemplo de inferência, p. 12);‘forma’ como ‘formato’ (ou estrutura), o oposto de conteúdo ou substância.O “tripé” da lógica: a tríade conceito-juízo-inferência (p.12). Após “limitar” a lógica “ao estudo dos princípios da inferência válida na medida em que essa inferência se baseia na mera forma dosenunciados ”, o autor apresenta como também sendo necessário o estudo (p. 13) do que seriam ‘inferência’ [lógica da inferência],  ‘forma dos enunciados’ [lógica do juízo] e ‘conceito’ [lógica do conceito]. 1.2.        Uma breve história da lógica Primeiro período. Lógica antiga: de Aristóteles até o fim da Idade Média. Segundo período.  Lógica moderna: de 1662 (Lógica de Port-Royal) até segunda metade doséculo XIX. Terceiro período. Lógica atual: de 1879 (Begriffschrift de Frege) até hoje. 1.3.        Três modos de se conceber a lógica Após dizer que, de maneira simplificada, a temática da lógica é investigar determinadas regras, os princípios, as normas, leis ou relações, o autor se pergunta: “regras, leis ou relações de quê?” (p. 10).  Concepção ontológica. Princípios, regras, normas, leis do serou da realidade [i.e. da natureza última do real, características da realidade].  Concepção psicológica.  Princípios, regras, normas, leis do pensamento ou das nossas capacidades de representação [i.e. necessárias para o pensar em geral].  Concepção lingüística. Princípios, regras, normas, leis da linguagem [i.e. daquilo que a linguagem deve satisfazer]. Vale dizer que o autor argumenta em favorda concepção lingüística da lógica (p. 18). 1.4.       Algumas distinções feitas ao longo do capítulo 1 No décimo segundo parágrafo do capítulo (p. 14) é feito uma diferenciação entre 'lógica' e 'filosofia da lógica’. Esquematicamente, essa diferenciação pode ser representada:                                                                                                 lógica em si...
tracking img