Logística em e-commcerce

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 32 (7898 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Allan de Oliveira (allandeoliveira425@yahoo.com.br)
Bruna Dias de Souza (brunaroxie@yahoo.com.br)
Edinice Sonoda Akamini (akamininice@hotmail.com)
Fábio Shiguemi Suzuki (fabio_shiguemi@hotmail.com)
Joselice Ramos (joselice.ramos@hotmail.com)
Maria Assunta Bueno Gomes (mabg777@yahoo.com.br)
Turma: 2 ASTI C

LOGÍSTICA EM E-COMMCERCE

Resumo:

O varejo eletrônico tem se destacadocrescentemente como forma de comercialização de produtos e serviços. Cada vez maior número de empresas faz uso desta estratégia de abordagem do cliente, capitalizando com a popularização da Internet e a consequente adesão dos consumidores ao sistema de compras eletrônicas. Esta modalidade de comércio tem se configurado como uma interessante alternativa para redução de custos de operação, por parte dasempresas e obtenção de preços mais vantajosos pelos consumidores. O objetivo deste trabalho é fazer uma breve explanação dos tipos de comércio eletrônico – que envolvem consumidores, empresas e seus fornecedores no intercâmbio de produtos e serviços –, abordando as especificidades logísticas da sua distribuição. Será apresentado, ainda, um pequeno panorama dos índices relativos ao primeiro semestrede 2009, apurados através de pesquisas divulgadas por entidades da área.
Palavras-Chave: e-commerce; logística.

Abstract:
The online retailer has been increasingly emphasized as a means of marketing products and services. An increasing number of companies use this approach to the client, capitalizing on the popularity of the Internet and the subsequent accession of the system’s consumerelectronic purchases. This type of trade has been configured as an interesting alternative to reduce operating costs, by business and obtain better prices for consumers. This paper intends to do a brief explanation about the types of commerce – involving consumers, companies and their suppliers to exchange goods and services – addressing the specific logistics of distribution. It will be presentedin addition a short overview of the indices of the first half of 2009, established through research published by entities in the area.
Key-words: e-commerce, logistics.

Introdução
Atualmente, quase todas as empresas possuem um “site” na Web, que lhes proporciona ampla visualização pública de seus produtos e serviços.
Desde sua introdução, na década de 60, a Tecnologia da Informação – TI temse desdobrado em diversos aspectos: a mudança e a cultura organizacionais, a rápida incorporação de novos usuários, o crescente processo da evolução técnica etc. Desafios como a exigência da qualidade de produtos e serviços, a ampliação dos mercados, a mudança de postura dos clientes, a disputa pelo mercado com as concorrentes, o avanço da tecnologia, entre outros, fazem com que as empresasprocurem se adaptar para manter sua competitividade.
Com o surgimento do Electronic Data Interchange – EDI (Intercâmbio Eletrônico de Dados), o comércio eletrônico se expandiu para além das empresas financeiras, incorporando-se às indústrias, varejo e empresas de prestação de serviços. O sistema EDI refere-se ao partilhamento eletrônico de documentos entre empresas, visando diminuir quantidade deerros gerados pela redigitação e o volume de papel, com consequente aumento da eficiência e rapidez da comunicação entre parceiros comerciais. O EDIFACT/EANCOM (sigla em inglês para Nações Unidas/Intercâmbio Eletrônico de Dados para Administração, Comércio e Transporte) é um padrão internacional que foi adequado ao Brasil a partir de 1993.
Na década de 90, as aplicações de comércio eletrônico tiveramgrande crescimento, desdobrando-se em diversas modalidades:
 Business to Business – B2B (Empresa a Empresa) - transações de comércio entre empresas, respondendo por 85% do volume de negócios eletrônicos;
 Business to Consumer – B2C (Empresa a consumidor) - o comércio entre a empresa e o consumidor, como iMasters SHOP, por exemplo;
 Consumer to Business – C2B (Consumidor a Empresa) - os...