Lofoforados

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6157 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO
CAMPUS MATA NORTE
CURSO CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
DISCIPLINA MICROBIOLOGIA

GENÉTICA MICROBIANA



NAZARÉ DA MATA- PE
ABRIL DE 2013
DEISE PRISCILA OLIVEIRA GOMES
ELIZÂNGELA ALVES DOS SANTOS
JHONATHA CLAUDINO ARAÚJO ALVES

GENÉTICA MICROBIANA

Trabalho de disciplina Microbiologia, apresentado aprofessora Drª Ubirany Lopes como pré-requisito de nota.

Trabalho de disciplina Microbiologia, apresentado a professora Drª Ubirany Lopes como pré-requisito de nota.

PROFESSORA: Drª UBIRANY LOPES

NAZARÉ DA MATA- PE
ABRIL DE 2013
SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

As características hereditárias dos microorganismos incluem sua forma e características estruturais (morfologia), suas reaçõesbioquímicas (metabolismo), sua capacidade de se locomover ou se comportar de vários modos e sua capacidade de interagir com outros organismos, de modo prejudicial ou não.
O processo de evolução biológico de todo organismo vivo é produto de alterações no seu material genético. A informação contida neste material está codificada na grande maioria dos organismos pelo ácido desoxirribonucleico (DNA),enquanto em alguns vírus essa informação encontra-se no ácido ribonucleico (RNA). A identificação do DNA como transportador da informação genética tem sido um processo gradual ainda inacabado. Pela facilidade de manipulação, os microorganismos, mas especificamente as bactérias e os vírus, têm sido material usado nas pesquisas, (TRABULSI,2008).
A genética fornece uma compreensão por exemplo de como osgenes para a resistência podem surgir e ser transferidos entre organismos individuais. As doenças emergentes fornecem outro exemplo da importância da compreensão genética. Novas doenças não surgem espontaneamente, elas são o resultado de alterações genéticas em organismos existente.

1. Genética Bacteriana
Os fenômenos genéticos básicos (mutação, replicação e recombinação) são muito semelhantespara todas as formas de vida. O organismo protótipo utilizado em todos os estudos da genética microbiana é a bactéria Escherichia coli. Um aspecto da genética bacteriana de grande importância clínica é a capacidade de a bactéria transferir seus genes, especialmente aqueles relacionados a resistência a antibióticos, para outras bactérias da mesma espécie e entre espécies. Esta transferência permiteo fluxo de genes de resistência a antibióticos de populações bacterianas não-patogênicas para populações patogênicas, gerando graves consequências para saúde pública.
1.1 O Genoma Bacteriano
O genoma de um organismo é definido pela totalidade de seu material genético. O genoma bacteriano consiste de um único cromossomo, contendo os genes essenciais, e um ou mais tipos de plasmídeos que,geralmente, contém genes não-essenciais.
1.1.1 O Cromossomo
Na estrutura molecular denominada cromossomo, está localizada em uma única molécula de DNA circular de fita dupla, todos os genes essenciais e muitos dos genes não-essenciais das bactérias.
1.1.2 Plasmídeos
São pequenas moléculas de DNA circulares que podem variar em tamanho de 1,5 até 120 quilobases (kb), menos que um décimo docromossomo bacteriano. Replicam-se independentemente do cromossomo, podendo existir na célula como uma cópia única ou várias. Os plasmídeos podem conter genes para as toxinas e proteínas ou genes responsáveis pela transferência do seu material genético entre células, mas normalmente não contém genes essenciais para a multiplicação ou replicação celular.
2. Bacteriófago
Pode ser conhecido comofago, é um vírus que se replica no interior de uma célula bacteriana e consiste unicamente de um pedaço de ácido nucléico, que dependendo do fago pode ser DNA ou RNA, encapsulado por uma capa protéica protetora. A reprodução ou replicação dos bacteriófagos, assim como os demais vírus, ocorre somente no interior de uma célula hospedeira. Existem basicamente dois tipos de ciclos reprodutivos: o ciclo...
tracking img