Lixo hospitalar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7680 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

A população cresce em proporções geométricas e com isso aumenta a demanda por serviços de saúde, e assim o volume da geração dos resíduos hospitalares tem aumentado consideravelmente nos últimos anos, e por possuírem contaminantes biológicos e químicos, há grandes riscos ambientais e de saúde pública se não forem corretamente separados, embalados e destinados.
Égrande o desafio de fazer o gerenciamento destes resíduos, pois se não forem corretamente descartados, podem causar acidentes com os profissionais de saúde e posteriormente com os do transporte dos resíduos, pois estes materiais estão contaminados com material biológico e a segurança depende de cada um seguir as normativas corretamente.
A primeira impressão que temos é a que todo o lixoproduzido em um hospital é contaminado e pode trazer riscos, mas quando conhecemos melhor a legislação percebemos que há diversas classes, pois há o lixo contaminado, o lixo orgânico comum, o reciclável e outras classes, a cada uma devemos dar uma destinação mais adequada, reduzindo os riscos ocupacionais e ambientais.
Por isso é primordial o papel da enfermagem, pois estes profissionais estãoligados diretamente na fonte de produção dos resíduos
Cabe aos estabelecimentos de serviços de saúde a responsabilidade pela correta destinação dos resíduos gerados até a correta disposição final, mesmo que o serviço seja executado por empresas terceirizadas ou pelo poder público.

1.1 OBJETIVOS
1.1.1 Objetivo Geral
Conhecer os cuidados da enfermagem com o lixo hospitalar noshospitais por meio de levantamento bibliográfico.

1.1.2 Objetivos específicos
• Demonstrar a importância da separação correta dos RSSS;
• Reconhecer o processo de gerenciamento dos RSSS;
• Descrever as normas e classificação;
• Descrever as ações corretas da enfermagem na separação do lixo hospitalar.


1.2 METODOLOGIA
O trabalho foi desenvolvido utilizando a pesquisabibliográfica em livros, dicionários e manuais explicativos e foram pesquisados sites relacionados aos temas “lixo hospitalar”, “enfermagem” e “meio ambiente”.






































2. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

INÍCIO DA PRODUÇÃO DO LIXO HOSPITALAR
O início da produção do lixo hospitalar começa propriamente dito no hospital, por ser o localde maior produção de diversos materiais contaminantes, neles contendo cada um deles suas especificações de descarte, dá-se desde o manuseio de um curativo, uma administração de medicamento, um exame de laboratório ou exame radiológico, pois se houver contaminantes deve-se ter um maior cuidado no manuseio, sendo que o serviço da enfermagem é o maior produtor desses resíduos, pois basicamente todomanuseio ou atendimento de paciente debilitado ou íntegro nos hospitais seja realizado pela equipe de enfermagem.
A equipe de enfermagem deve fazer o descarte correto dos materiais em seu local de geração em recipientes apropriados, cada um com sua identificação e as embalagens contendo informações sobre os produtos a serem descartados, por exemplo a embalagem de perfurocortantes (lâminas,agulhas, equipos, entre outros).
Quando alguém da enfermagem faz o descarte incorreto ocorrem vários fatores de risco, como por exemplo furar-se em uma agulha contaminada (risco de doenças como AIDS, hepatite, etc) ocasionando abertura de uma CAT, trazendo custos à empresa, afastamento do funcionário, necessidade de mudanças na escala e remanejamento de funcionários.


DEFINIÇÃO DE LIXOHOSPITALAR
Luft (2000) define lixo como “Tudo o que se varre para deixar limpa uma casa, rua, jardim, etc. Restos ou coisas inaproveitáveis. Imundície, sujeira, cisco.“ e resíduo como “o que resta de qualquer substância. Borra; sedimento. Sobra; resto”.
No site do Klikeducação temos a seguinte definição:
“O lixo hospitalar é constituído de resíduos...
tracking img