Lixo espacial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1874 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Queda de lixo espacial (satélites)

Disciplina: Geomorfologia e Risco Geológico

Queda de Lixo Espacial (satélites)

Índice
Resumo..................................................................................................................................... 3 Introdução................................................................................................................................ 4 Lixo Espacial .............................................................................................................................. 5 NASA Orbital Debris Program Office .......................................................................................... 7 Tecnologias de mitigação emdesenvolvimento......................................................................... 9 Situações reais de queda de lixo espacial em solo Terrestre .................................................... 10 Conclusão ............................................................................................................................... 12 Bibliografia............................................................................................................................. 13

Licenciatura em Protecção Civil Geomorfologia e Risco Geológico

Queda de Lixo Espacial (satélites)

Resumo
O lixo espacial é originado pela acção do homem, através dos demais aparelhos enviados para o espaço. A maioria destes objectos encontra-se numa órbita baixa perto da Terra, possuindo dimensões relativamente pequenas, sendo que ao colidirem com naves, satélites ou outrosobjectos dão origem a mais lixo espacial, derivado dos danos causados aos objectos em questão. De modo a controlar e atenuar os efeitos do lixo espacial, a NASA tomou várias medidas, sendo que também outros países lhe seguiram o exemplo. Estão também em desenvolvimento tecnologias inovadoras de modo a ajudar na recolha dos detritos espaciais. Embora existam inúmeros casos de lixo espacial provenientesde satélites ou naves espaciais que caem em solo terrestre, não há dados que informem que algum desses detritos tenha caído em zonas habitacionais ou de interesse, caindo a maior parte deles no oceano.

Licenciatura em Protecção Civil Geomorfologia e Risco Geológico

Queda de Lixo Espacial (satélites)

Introdução
Este trabalho realiza-se no âmbito da Unidade Curricular de Geomorfologia eRisco Geológico e tem como tema “Queda de lixo espacial (satélites)”. Actualmente, existem milhões de partículas que constituem o lixo espacial, tendo estas origem Humana. Encontram-se em órbita em torno da Terra e, existe o perigo de interferirem com objectos tais como satélites ou naves espaciais. De modo a mitigar os referidos perigos provenientes do lixo espacial, a NASA, em parceria comoutras agências espaciais tem a responsabilidade de estudar o lixo existente, assim como arranjar soluções viáveis à extracção deste.

Licenciatura em Protecção Civil Geomorfologia e Risco Geológico

Queda de Lixo Espacial (satélites)

Lixo Espacial
O Lixo Espacial ou Detrito Espacial tem origem na acção do Homem, a partir do lançamento de foguetões para viagens espaciais, de satélites ou desondas para o estudo do Universo. Existem milhões de partículas, de vários tamanhos (entre 1mm e vários centímetros de comprimento), sem qualquer tipo de uso e em deterioração na órbita da Terra, ocupando espaços que poderiam ser ocupados por satélites e, de certa forma, interferem na qualidade do sinal recebido e emitido por estes. As partículas encontram-se na órbita da Terra viajando desde os 7aos 10 km por segundo. A maioria encontra-se na órbita terrestre baixa, entre os 800 e os 850 km de altitude e outra parte a uma distância maior da atmosfera terrestre circulando paralelamente à linha do Equador. Estes objectos podem viajar livremente durante mais de cem anos.

Figura 1: Ilustração de onde se situam os detritos espaciais já existentes e os que recentemente se formaram, a verde...
tracking img