Livro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 375 (93667 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ÍNDICE
Ave, Cristo!
PRIMEIRA PARTE CAPÍTULO 1 = Preparando caminhos CAPÍTULO 2 = Corações em luta CAPÍTULO 3 = Compromisso do coração CAPÍTULO 4 = Aventura de mulher CAPÍTULO 5 = Reencontro CAPÍTULO 6 = No caminho redentor CAPÍTULO 7 = Martírio e amor SEGUNDA PARTE CAPÍTULO 1 = Provas e lutas CAPÍTULO 2 = Sonhos e aflições CAPÍTULO 3 = Almas em sombra CAPÍTULO 4 = Sacrifício CAPÍTULO 5 =Expiação CAPÍTULO 6 = Solidão e reajuste CAPÍTULO 7 = Fim de luta

Ave, Cristo!
Hoje, como outrora, na organização social em decadência, Jesus avança no mundo, restaurando a esperança e a fraternidade, para que o santuário do amor seja reconstituído em seus legítimos fundamentos. Por mais se desenfreie a tormenta, Cristo pacifica. Por mais negreje a sombra, Cristo ilumina. Por mais se desmande aforça, Cristo reina. A obra do Senhor, porém, roga recursos na concretização da paz, pede combustível para a luz e reclama boa vontade na orientação para o bem. A idéia divina requisita braços humanos. A bênção do Céu exige recipientes na Terra. O Espiritismo, que atualmente revive o apostolado redentor do Evangelho, em suas tarefas de reconstrução, clama por almas valorosas no sacrifício de si mesmaspara estenderse, vitorioso. Há chamamentos do Senhor em toda a parte. Enquanto a perturbação se alastra, envolvente, e enquanto a ignorância e o egoísmo conluiados erguem trincheiras de incompreensão e discórdia entre os homens, quebram-se as fronteiras do Além, para que as vozes inolvidáveis dos vivos da eternidade se expressem, consoladoras e convincentes, proclamando a imortalidade soberana ea necessidade do Divino Escultor em nossos corações, a fim de que possamos atingir a nossa fulgurante destinação na vida imperecível. Alinhando pois, as reminiscências deste livro, não -nos pro pomos romancear, fazer literatura de ficção, mas sim trazer aos nossos companheiros do Cristianismo redivivo, na seara espírita, breve página da história sublime dos pioneiros de nossa fé. Que o exemplo dosfilhos do Evangelho, nos tempos pós-apostólicos, nos inspire hoje a simplicidade e o trabalho, a confiança e o amor, com que sabiam abdicar de si próprios, em serviço do Divino Mestre! que saibamos, quanto eles, transformar espinhos em flores e pedras em pães, nas tarefas que o Alto depositou em nossas mãos!... Hoje, como ontem, Jesus prescinde das nossas guerrilhas de palavras, das nossastempestades de opinião, do nosso fanatismo sectário e do nosso exibicionism-o nas obras de casca sedutora e miolo enfermiço. O Excelso Benfeitor, acima de tudo, espera de nossa vida o coração, o caráter, a conduta, a atitude, o exemplo e o serviço pessoal incessante, únicos recursos com que poderemos garantir a eficiência de nossa cooperação, em companhia dele, na edificação do Reino de Deus.Suplicando-lhe, assim, nos ampare o ideal renovador, nos caminhos de árdua ascensão que nos cabe trilhar, repetimos com os nossos veneráveis instrutores dos primeiros séculos da Boa Nova: — Ave, Cristo! os que aspiram à glória de servir em teu nome te glorificam e saúdam! EMMANUEL Pedro Leopoldo, 18 de abril de 1953.

PRIMEIRA PARTE

1 Preparando caminhos
Quase duzentos anos de Cristianismo começavama modificar a paisagem do mundo. De Nero aos Antoninos, todavia, as perseguições aos cristãos haviam recrudescido. Triunfantemente assentada sobre as sete colinas, Roma prosseguia ditando o destino dos povos, à força das armas, alimentando a guerra contra os princípios do Nazareno, mas o Evangelho caminhava sempre, por todo o Império, construindo o espírito da Era Nova. Se na organizaçãoterrestre a Humanidade se desdobrava em movimentação intensa, no trabalho da transformação ideológica, o serviço nos planos superiores atingia culminâncias. Presididas pelos apóstolos do Divino Mestre, todos então na vida espiritual, as obras de soerguimento humano multiplicavam-se, em vários setores. Tornara Jesus ao sólio resplendente de sabedoria e de amor, de onde legisla para todas as criaturas...
tracking img