Livro o grau zero do conhecimento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1273 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS
O GRAU ZERO DO CONHECIMENTO – IVAN DOMINGUES
“O problema da fundamentação das ciências humanas”

É imprescindível dizer que o texto nos remete a uma análise de pensamentos sobre Ciências Humanas. Na qual temos divididos em períodos, sendo cada um com determinada filosofia e sua visão: - Antiguidade Clássica; - Idade Média; - Modernidade – Ciência Moderna,que por fim, já se tem o homem mais auto-suficiente, com a queda do Ser no Tempo, a Alma(lógos), que já fora imortal(Sócrates), redonda(Marco Aurélio) e infinita(Descartes), descobre-se Mortal e Finita(Voltaire).
No Início a humanidade julgava ter encontrado na consciência a morada do seu ser: a Alma(lógos), e no “Conhece-te a ti mesmo”a atividade mais digna do homem, capaz de elevá-lo àdivindade; habitado por uma alma cósmica universal, através dela o homem sentia-se integrado à natureza e, com ela, ao cosmos.
Anterior a Modernidade, temos segundo Lima Vaz, que criaram uma verdadeira civilização teológica no curso da IDADE MÉDIA, qual período vemos despontar um novo padrão de racionalidade. Este acolhe num mesmo plano as exigências do pensamento racional, que querem que arazão interrogue a partir dos princípios que ela encontra no interior de si mesma, os enigmas do universo e, as exigências do pensamento teológico, que querem que a razão estenda à esfera da fé como instrumento do lógos(alma) demonstrativo e encontre na fé os princípios permanentes da interrogação.
Depois na Modernidade, romperam-se um a um, os laços que ligavam o homem à consciência, à naturezae ao universo, através de uma sucessão de descentramentos e inflexões que têm por termo a dissolução do próprio homem, e ainda da alma como meta de investigação.

Thiago de Almeida Ollé -
Filosofia da Ciência - Profº Fernando
09/04/2012.

AVALIAÇÃO – 18/06/2012. FILOSOFIA DA CIÊNCIA
DOC.: FERNANDO BILHAVA
THIAGO DE ALMEIDA

Respostas:

1) É imprescindível dizer que otexto nos remete a uma análise de pensamentos sobre Ciências Humanas. Na qual temos divididos em períodos, sendo cada um com determinada filosofia e sua visão: - Antiguidade Clássica; - Idade Média; - Modernidade – Ciência Moderna, que por fim, já se tem o homem mais auto-suficiente, com a queda do Ser no Tempo, a Alma(lógos), que já fora imortal(Sócrates), redonda(Marco Aurélio) einfinita(Descartes), descobre-se Mortal e Finita(Voltaire).
Devemos citar os pré-socráticos: Heráclito, afirmava que o mundo é movimento, e o homem nunca será o mesmo. E Demócrito, da teoria dos átomos, tanto o corpo quanto à alma têm átomos. Na antiguidade clássica, temos a “antropologia do homem interior”, que remonta a Sócrates. Logo no Início a humanidade julgava ter encontrado na consciência a morada doseu ser: a Alma(lógos), e no “Conhece-te a ti mesmo”a atividade mais digna do homem, capaz de elevá-lo à divindade; habitado por uma alma cósmica universal, através dela o homem sentia-se integrado à natureza e, com ela, ao cosmos.
Anterior a Modernidade, temos segundo Lima Vaz, que criaram uma verdadeira civilização teológica no curso da IDADE MÉDIA, qual período vemos despontar um novopadrão de racionalidade. Este acolhe num mesmo plano as exigências do pensamento racional, que querem que a razão interrogue a partir dos princípios que ela encontra no interior de si mesma, os enigmas do universo e, as exigências do pensamento teológico, que querem que a razão estenda à esfera da fé como instrumento do lógos(alma) demonstrativo e encontre na fé os princípios permanentes dainterrogação.
Depois na Modernidade, romperam-se um a um, os laços que ligavam o homem à consciência, à natureza e ao universo, através de uma sucessão de descentramentos e inflexões que têm por termo a dissolução do próprio homem, e ainda da alma como meta de investigação.

2) Senso comum é aquele conhecimento que foi adquirido pelo cotidiano, pelo o que nos foi ensinado pelos mais...
tracking img