Livro a escola com que sempre sonhei sem imaginar que pudesse existir

Páginas: 3 (568 palavras) Publicado: 28 de outubro de 2012
ALVES, Rubem. A Escola com que sempre sonhei sem imaginar que pudesse existir. Ed. 5°- Campinas, SP; Papirus, 2001.

Nascido em 1933, na cidade de Boa Esperança (MG), Rubem Alves já trilhou ocaminho dos deuses (foi pastor e teólogo), dos heróis (militou na polícia), e há alguns anos percorre a senda dos poetas e das crianças: escreve crônicas, livros infantis, dá palestras, viaja e descobreexperiências fascinantes.
Semanalmente, publica suas crônicas no jornal Correio Popular e eventualmente escreve para a Folha de S. Paulo. É autor de vários livros, dentre os quais o resenhado abaixo.A Escola da Ponte é assim chamada à escola em Portugal que é “Ponte” para o desenvolvimento do respeito, cooperação e democracia entre cidadãos em um mesmo ambiente. Espaço este onde não existediferença e que é partilhado por todos, não há aulas, séries, turmas, disciplinas, castigos e professores “donos” do saber, pois todos sabem e todos partilham aquilo que sabe. Ninguém precisa pedirsilêncio para encontrá-lo, pois cada um sabe dos seus direitos e deveres, estes mesmos criados pelos próprios alunos que participam ativamente das decisões escolares e que são respeitados em maneiracooperativa.
Destaca-se, portanto, a cidadania exercida dentro daquela escola. Enquanto é repercutido no mundo um sistema de educação que se diz para a cidadania, lá a mesma é vivida constantemente. Equando se pergunta às crianças o que significa essa palavra, livremente respondem que é o que acontece dentro da escola com segurança total de sua fala. E estão cobertos de razão. O respeito, a cooperação,a solidariedade e a aceitação da subjetividade de cada um partilhado sem diferença de idade ou ocupação na escola, seja aluno, professor ou diretor, são exercícios diários de cidadania que sãovisualmente detectados quando se observa a liberdade de expressão dos alunos e membros da escola nas Assembléias semanais, no computador do “acho bom” “acho mal”, no “preciso de ajuda em...” e “posso...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A escola com que sempre sonhei sem imaginar que pudesse existir
  • Análise do livro
  • a escola que sempre sonhei sem imaginar que pudesse existir
  • A Escola que sempre sonhei sem imaginar que pudesse existir
  • a escola que sempre sonhei sem imaginar que pudesse existir
  • a escola que sempre sonhei sem imaginar que pudesse existir
  • A ESCOLA COM QUE SEMPRE SONHEI SEM IMAGINAR QUE PUDESSE EXISTIR
  • A escola com quem sempre sonhei sem imaginar que pudesse existir

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!