Livro individualismo e cultura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5418 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
~_~Ili:~ t
fi "

O~Gilberto Velho
--JI

""'

-

a

'I'
11'1 p.1,
I

r r~

I
~

/

I
Coleção

ANTROPOLOGIA

SOCIAL

\~
I

.• --J

diretor: Gilberto Velho

f

\~~

· o RISO

E o RiSíVEL

• CULTURA E RAZÃO PRÁTICA • ILHAS DE HISTÓRIA

Verena Alberti
• ANTROPOLOGIA CULTURAL

Marshall Sahlins FranzBoas
• Os MANDARINS MILAGROSOS

INDIVIDUALISMO ECULTURA
Notas para uma antropologia da sociedade contemporânea

t l '"

Elizabeth Travassos

· o EspíRITO
Celso Castro

MILITAR • ANTROPOLOGIA URBANA • DESVIO E DIVERGÊNCIA • INDIVIDUALISMO E CULTURA

• Os MILITARES E A REPÚBLICA

r-

• DA VIDA NERVOSA

• PROJETO E METAMORFOSE • SUBJETIVIDADE E SOCIEDADE • A UTOPIA URBANA

Luiz Femando Duarte
• GAROTAS DE PROGRAMA

Maria DulceGaspar

Gilberto Velho
• PESQUISAS URBANAS

sétima edição

ft

• NOVA

Luz SOBRE

I:

t '"
,

A ANTROPOLOGIA

Gilberto Velho e Karina Kuschnir
• O MUNDO FUNK CARIOCA

Clifford Geertz
• O COTIDIANO DA POLíTICA • O MISTÉRIO DO SAMBA

Karina Kuschnir \
~<
If'

Hermano Vianna
• BEZERRA DA SILVA: PRODUTO DO MORRO

i!~lt
ilN
II~.

;l
I

• CULTURA: UM CONCEITOANTROPOLÓGICO

'"
e

Roque de Barros Laraia
• AUTORIDADE

i
~ ~
~.

Letícia Vianna
• O MUNDO DA ASTROLOGIA

& AFETO Myriam Lins de Barros

Luís Rodolfo Vilhena

• GUERRA DE ORIXÁ

Yvonne Maggie

~ ,


.' t,

Jorge Zahar Editor

r
~"::"

3 OJ-- S
'lo:o

Rio de Janeiro
.~O[)J,,;\

f •
"

t

~' I
.' i

\jJ{) 1;\ ,'}. t;d\ .

CAPÍTULO 4

Parentesco,Individualismo e Acusações"

SHJI 'tI/OOrldOJ

",f~~
1:1111.1:
11!11It·,
,~t· -



Agradeço à Editora Campus por autorizar a inclusão deste texto, publicado anteriormente em Faml'lia, psicologia e sociedade (coordenador: Sérvulo Figueira, Rio, 1981.)

-

.. _

* •. ",

r

t

I. Escrevi três artigos sobre ecuseções.í Todos tinham como pontos ~e partida problemas especfficosda sociedade e cultura brasileiras. Pretendi contribuir, com os trabalhos realizados, para a elaboração de uma teoria de acusações propriamente dita, Examinei situações de interação social com atores específicos envolvidos em processo de negociação e definição da realidade. A idéia básica é a de que situações de impasse podem desencadear conflitos sob a forma de acusações, constituindo-se emmovimento dramático de tentativa de controle social. Nesse sentido, o meu trabalho encontrava-se, de um lado, indissoluvelmente ligado a uma teoria do desvio, particularmente a obra de Becker e, de outro, a uma tradição antropológica, especialmente aquela voltada para o estudo de feitiçaria e bruxaria.? Busquei, através do estudo de casos espec íficos, identificar que valores e normas informavam epermeavam as visões de mundo dos atores - indivíduos ou grupos - em processo de interação. Quero enfatizar a importância que dou a pesquisas de situações particulares e delimitáveis. ~ muito comum no Brasil a generalização

,I~

f

~!~ '~'.

'1~;'
r

.!\i~
I' • ,I

i

I,

l

l ,r
~.
.~

tf,l

J..yJ
'/ Í"~

OQfr

"

I ,

L

/o'OJ

r. "1,\;11" illil,,\/I'

I

!"Accusations, social mobility and deviant behavior". in Social Problems, v, 23, 3 de fevereiro de 1976; "Acusações: projeto familiar e comportamento desviante", in Boletim do Museu Nacional. Nova Série, Antropologia n9 28, junho de 1978; "Duas categorias de acusação na cultura brasileira contemporânea", in Sociedade e doença mental. Rio, Campus, 1978. (Caprtulo 1II deste Iivro.) 2 As principaisobras de Becker são: Outsiders . Nova York, Free Press, 1963; Sociological work. Transaction Books, 1977; Uma teoria da ação coletiva. Rio, Zahar, 1977. Sobre a tradição antropológica ver especialmente: E.E. Evans Pritchard, Witchcraft, oracies and magic among the Azande. USA, Oxford University Press, 1968 [Ed. bras.: Bruxarias, oráculos e magia entre os Azande. Rio, Zahar, 1978, ed. resumida.], e...
tracking img