Livro biasoli

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 278 (69389 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
2 0 - R adiologia Pediátrica, 629
C ONTEÚDO
P rincípios, T erminologia e Proteção
c ontra Radiação
T órax, 63
A bdome, 97
M embro Superior, 117

2 1 - A ngiografia e Procedimentos
I ntervencionistas, 665
2 2 - T omografia Computadorizada, 699
2 3 - P rocedimentos Diagnósticos
A dicionais, 725
2 4 - O utras Modalidades Diagnósticas e
T erapêuticas, 7 55
B ibliografia, 784

Porção Proximal do Úmero e Cintura
6 - E scapula r, 167
7 - M embro Inferior, 195
8 - P orção Proximal do Fêmur e Cintura
P élvica, 247
9 - C oluna Cervical e Torácica, 273
1 0 - C oluna Lombar, Sacro e Cóccix, 307
1 1 - A rcabouço Torácico, Esterno e
C ostelas, 335
1 2 - C rânio e Ossos do Crânio, 353 I E
O ssos da F ace, 379
1 3 - S eios Paranasais, Mastóides e Osso
T emporal, 415
1 4 - Sistema Gastrointestinal Alto, 441
1 5 - S istema Gastrointestinal Baixo, 479
1 6 - V esícula Biliar e Duetos Biliares,
5 19
1 7 - O S istema Urinário, 539
1 8 - M amografia, 575
1 9 - T raumatis mo e Radiografia Portátil,
5 93

A pêndice
( A) R esultados de
P esquisas por Incidência e Região, 785
A pêndice (B) Chave de Respostas:
R adiografias para Crítica, 799
Í ndice Alfabeto

1- P RI N C I P I O S , T E R M I N O L O G I A E P R O T E Ç Ã O
C O NT R A R A D I A Ç Ã O
1- NOME DA INCIDÊNCIA descreve a
p o s i ç ã o / i n c i d ê n c i a a s e r ra d i o g ra f a d a , i n c l u s i v e o
n o m e c o r re t o d a i n c i d ê n c i a ( s e n e c e s s á ri o ).
2- PATOLOGIAS DEMONSTRADAS fornecem um
resumo das condições ou patologias que podem ser
evidenciadas peloexame e/ou pela incidência.
Esse resumo ajuda o técnico a compreender o
propósito do exame e quais as estruturas ou
tecidos que devem ser evidenciados mais
claramente.
3- BOXE DE RESUMO DA INCIDÊNCIA mostra
todas as incidências básicas ou especiais mais
c o m u m e n t e c o n c e b i d a s p a ra d e t e r m i n a d a p a r t e d o
c o r p o . O re a l c e e m v e r m e l h o é a i n c id ê n c i a
d e s c ri t a n a p á g i n a .
4 - F A T O R E S T É C N I C O S d e s c re v e m o s f a t o re s
t é c n i c o s re l a c i o n a d o s à i n c i d ê n c i a e m q u e s t ã o . O s
f a t o re s t é c n i c o s i n c l u e m o t a m a n h o d o f i l m e
recomendado para o adulto de porte médio; se o
filme deve
s e r c o l o c a d o n o s e n t i d o t r a n s v e rs a l o ul o n g i t u d i n a l
e m r e l a ç ã o a o p a c i e n t e ; s e f o r n e c e s s á ri o o u n ã o
u s a r u m a g ra d e ; e o a l c a n c e e m k V p p a r a a
r e f e ri d a i n c i d ê n c i a .
5- TÉCNICAS E DOSE resumem uma técnica inicial
p a ra a i n c i d ê n c i a n o c a s o d e u m a d u l t o d e p o r t e
m é d i o e a d o s e a p ro x i m a d a p a ra o p a c i e n t e eo
tamanho do campo de exposição. Isso é
a p re s e n t a d o e m m i l i r a d s d e d o s e c u t â n e a , d o s e n a
l i n h a m é d i a e d o s e e s p e c í f i c a e m ó rg ã o
radiossensível. Ver no Capo 1, pág. 54 -61, uma
discussão mais completa das doses d os pacientes.
6 - I CO N E D O R E C E P T O R D E I M A G E M m o s t ra a
i m a g e m v i s u a l d o t a m a n h o r e l at i v o d o f i l m e (c m ) e
a o ri e n t a ç ã o (t r a n s v e rs a l o u l o n g i t u d i n a l ),
localização do bloqueador da identidade do
paciente, tamanho relativo do campo de colimação;
a l o c a l i z a ç ã o d o s m a rc a d o r e s D e E e a l o c a l i z a ç ã o
recomendada do controle automático de exposição,
se este for usado.
7 - U S O D E P R O T E T O R E S d e s c rev e q u a i s
p r o t e t o re s d e v e m s e r e m p re g a d o s p a ra
d e t e rm i n a d a i n c i d ê n c i a . V e r C a p o 1 , p á g . 5 9 , p a ra
o b t e r m a i s i n f o r m a ç õ e s s o b r e p r o t e t o re s
e s p e c í f i c o s p a ra c a d a á r e a .
8 - P O S i Ç Ã O D O P A C I E N T E i n d i c a a p o s i ç ã o g e ra l
do corpo para a incidência.
9 - P O S i Ç...
tracking img