Literatura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1882 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Romantismo

Introdução

A realização deste trabalho tem como objetivo mostrar os fatos, ocorrências, conseqüências dos períodos da nossa Literatura, que são eles, A Poesia Romântica, A Prosa Romântica e o Romantismo propriamente dito.

Tentarei mostrar claramente, com a melhor das intenções, os fatos e características de tais assuntos, e também através da realização deste trabalho,procurarei tirar o maior proveito para o meu aprendizado, buscando colher mais informações úteis que sejam satisfatórias para que por meio da pesquisa, eu possa engrandecer o meu conhecimento.

A Poesia Romântica

A poesia romântica dividir-se-á em três gerações. Mantém em todas as características básicas da Escola, mas acentua em determinados detalhes em cada uma delas.

1ª GERAÇÃO

A essageração coube a tarefa de iniciar, definir e implantar realmente o romantismo no Brasil. Coincidindo com a emancipação política no país, é natural que tendências nacionalistas predominem, exaltando-se a terra, o nativo e o destino grandioso da nova nação. Em síntese, seriam estas as principais características dessa fase:

nacionalismo
indianismo
religiosidade

2ª GERAÇÃO (1850 - 1860)Num segundo momento, o Romantismo brasileiro foi dominado por jovens estudantes universitários que absorviam a literatura desenvolvida na Europa e procuravam vivê-la aqui. Grandes nomes como Byron e Goethe marcariam essa geração, que primou por um sentimentalismo exagerado e pelo escapismo. Foi batizada de Mal do Século, Byroniana ou Ultra-romântica e apresenta os seguintes traços mais marcantes:subjetivismo exagerado
tédio constante
vontade de sofrer
fuga da realidade
obsessão pela morte
melancolia e pessimismo

3ª GERAÇÃO (1865 - 1875)

O excesso de subjetivismo e o tom lamuriento das poesia Byronianas acabaram por saturar os próprios poetas e entre eles surgiram aqueles que buscaram resgatar os valores genuínos da escola. Na França, o poeta eescritor Vítor Hugo ergue a bandeira das lutas sociais e logo encontrou seguidores pelo mundo todo. No Brasil, com a escravidão as campanhas abolicionistas as primeiras manifestações pela república, havia assunto de sobra para os poetas condoreiros, como se denominavam.

linguagem elevada e grandiloqüente
preocupação social
o poeta visto como profeta

A Prosa Romântica

O gêneroromance, tal como conhecemos hoje, é uma das conseqüências da liberdade de criação e forma permitidas pelo romantismo. Tem suas origens nas novelas de cavalaria medievais e nas epopéias clássicas. Na Europa, principalmente na Inglaterra, seu surgimento remonta ao início do século XVIII, com obras posteriormente consagradas no mundo todo, com Tom Jones e Ivanhoé entre outras, mas no Brasil somentecomeçara cerca de cem anos após.

AS CARACTERÍSTICAS DO ROMANCE ROMÂNTICO

Por suas peculiaridades, o romance romântico merece um breve estudo, considerando-se principalmente, que ele será o ponto de partida para uma forma que se tornará extremamente popular e com sensíveis evoluções nos anos que se seguirão ao seu início.

estrutura linear com personagens estereotipadas e previsíveispredomínio do tempo cronológico
partes bem definidas: prólogo, trama e epílogo
mensagem redundante
grande valorização do enredo
detalhes de costumes e de cor local
comunhão entre a natureza e os sentimentos das personagens
divisão das personagens em bons e maus
final feliz para as complicações sentimentais, ou a fuga, a morte, celibato, etc.

OS TIPOS DE ROMANCESRomance de folhetim
Romance urbano
Romance histórico
Romance Regionalista
Romance Indianista

Romantismo

O romantismo definiu-se como escola literária nas letras universais a partir dos últimos 25 anos do século XVIII. Publicado na Alemanha por Goethe em 1774, Werther lança as bases definitivas do sentimentalismo romântico e do escapismo pelo suicídio; em...
tracking img