Literatura infantil: um caminho para o pensar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2312 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PROJETO DE EXTENSÃO LITERATURA INFANTIL: UM CAMINHO PARA O PENSAR

Bolsista: Mayara da Silva Chenedezi - UFSJ/COFIL Laboratório de Educação em Filosofia – LAFIL/DFIME Coordenadora: Profª Ms. Maria José Netto Andr ade/UFSJ/DFIME Vice-Coordenador: Prof. Dr. Ignácio César de B ulhões/UFSJ/DFIME Outras acadêmicas envolvidas: Lívia Carvalho Menighin, Amanda Cristina Pinheiro e Fernanda ConceiçãoCosta UFSJ/COFIL



Resumo: O presente projeto de extensão, através de materiais literários infantis, pretende dese nvolver nas crianças as habilidades e disposições ne cessárias à construção de significados, para pensarem melhor e por si mesmas, transformando a sala de aula numa comunidade investigativa. Destina -se às crianças que estão cursando terceira e quarta séries do Ensino Fundamentalna Escola Estadual Dr. Garcia de Lima. Palavras-Chave: Educação para o Pensar, Filosofia para crianças, Literatura Infantil.

1. Apresentação:

O

Laboratório de Educação em Filosofia - LAFIL tem como um de seus objetivos desenvolver projetos de extensão capazes de levar à com unidade escolar da rede pública da nossa região os benefícios de uma ed ucação para o pensar.

Educar para o pensartem sido uma constante indicação nos documentos oficiais que orie n-

tam os projetos pedagógicos das escolas de Ensino Básico, assim como enfat izam o papel das Licenciaturas enquanto formadoras de professores da Escola Básica. Desse modo, somos solic itados a ultrapassar os muros da Academia, cumprindo o no sso papel social de inserção efetiva na comunidade. Os benefícios alcançados sãocompartilhados entre a comunidade que recebe o trabalho e os alunos da Universidade, que, ao vivenciarem o cotidiano das escolas, aprimoram a sua formação enquanto professores. No caso específico da Filosofia, é imp ortante ressaltar que, desde a infância, o pensar m elhor deve ser encorajado. Adultos mais reflexivos, críticos, criativos e cuidadosos com o pensar são o resultado de um trabalho que deveiniciar -se bem cedo na vida das pessoas. Ainda mais quando se considera que o pensar melhor deve levar a um agir m elhor. O presente projeto, através de materiais literários infantis, pretende desenvolver nas cria nças as habilidades e disposições necessárias à construção de significados, para pensarem melhor e por si mesmas, transformando a sala de aula numa comunidade investigativa. Ressalta-se que as crianças, ao contrário do que alguns pensam, são capazes de indagar, realizar operações int electuais e lidar com problemas referentes ao conhecimento a partir de contextos co nsiderados significativos. O trabalho, portanto, será desenvolvido com base no programa Filosofia para Crianças – Educação para o Pensar, proposto pelo filósofo e educador americano Matthew Lipman, que acredita nointeresse e na capacidade filosófica de cr ianças e jovens.

“Existência e Arte”- Revista Eletrônica do Grupo PET - Ciências Humanas, Estética e Artes da Universidade Federal de São João Del -Rei - Ano I - Número I – janeiro a dezembro de 2005

2

CHENEDEZI, Mayara da Silva

De acordo com Jean Piaget, as crianças pequenas não são capazes de lidar com o pens amento abstrato e menos aindade pensar filosoficamente. Contrapondo -se a essa idéia, Matthew Lipman criou, no final da década de 60, o Programa Filosofia para Crianças. Ao identificar o pensamento abstrato com o pensamento conceitual e fundamentá -lo nas vivências infantis, Lipman justifica a capacidade das crianças de realizá -lo. O programa que ele propõe para trabalhar a filosofia com crianças apresenta com o objetivogeral o desenvolvimento das habilidades cognitivas: habilidades de investig ação, habilidades de pensamento lógico e raciocínio, habil idades de formação de conceitos, habilidades de tradução. Através da discussão de temas filosóficos presentes na s novelas, o pensar bem pode ser dese nvolvido. Na concepção de Lipman "o que os filósofos e as crianças têm em comum é a capacidade de maravilhar-se com...
tracking img