Literatura de guerra colonial. a guerra na literatura. memórias da guerra e do outro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5419 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Centro de Competência de Artes e Humanidades
Mestrado em Gestão Cultural
Estudos Interculturais
Docente: Profª., Dr.ª. Leanor Coelho
Discente: Sérgio Gomes nº 2004106

-------------------------------------------------

-------------------------------------------------
LITERATURA DE GUERRA COLONIAL. A GUERRA NA LITERATURA. MEMÓRIAS DA GUERRA E DO OUTRO-------------------------------------------------

“Entrevista a Octaviano Correia: vivências diversas”

Centro de Competência de Artes e Humanidades
Mestrado em Gestão Cultural
Estudos Interculturais
Docente: Profª., Dr.ª. Leanor Coelho
Discente: Sérgio Gomes nº 2004106

-------------------------------------------------

-------------------------------------------------
LITERATURA DE GUERRA COLONIAL. A GUERRA NALITERATURA. MEMÓRIAS DA GUERRA E DO OUTRO
-------------------------------------------------

“Entrevista a Octaviano Correia: vivências diversas”

11 de Janeiro 2013
11 de Janeiro 2013

ÍNDICE

1. Resumo. 2
2. Introdução. 3
3. QUESTIONÁRIO 4
4. CONCLUSÃO 15
5. AGRADECIMENTOS 17
6. BIBLIOGRAFIA 18

RESUMO

Na sequência do que me foi solicitado pela Profª. Dr.ª. Leonor Coelho, noâmbito da cadeira de Estudos Interculturais, cujo tema proposto foi “Literatura de Guerra Colonial. A Guerra na Literatura. Memórias da Guerra e do Outro”, achei que o melhor método de investigação seria a entrevista semiestruturada, utilizando como material auxiliar a máquina de filmar e um radiogravador. De tal forma que efectuei uma entrevista ao Escritor Octaviano Correia por achar pertinente ofacto de ser Angolano e ter participado activamente na Guerra Colonial. Ao longo da entrevista, foram abordadas diversas etapas da vida do entrevistado, dialogamos sobre a sua infância, sobre a importância da Guerra Colonial, suas vantagens e desvantagens, relatos e factos do campo de batalha e para finalizar abordamos os intervenientes principais, no período pró e pós guerra.

INTRODUÇÃOOctaviano Correia nasceu no Lubango (ex-Sá da Bandeira), Angola (1940), onde fez os seus estudos liceais e cumpriu o serviço militar. Teve várias profissões, iniciando-se nas lides literárias, através da colaboração na escrita de páginas literária em vários jornais Angolanos e como realizador de programas para crianças. É membro fundador da União de Escritores Angolanos (1975), membro de Pleno Direito doIBBY – Organismo Internacional para a Literatura Infanto-Juvenil (1982) e membro fundador da Associação dos escritores da Madeira (1989).
Reside, desde 1988 na Madeira, onde já executou múltiplas tarefas como por exemplo, redactor comercial, coordenador/redactor, jornalista, colaborador de revistas, foi presidente da Associação dos escritores da Madeira (Triénio 2008/2011) e representou a“Editora 7 Dias 6 Noites” na Madeira.
A experiência vivenciada ao longo da sua vida fê-lo também querer atravessar o Atlântico em busca de uma aventura na Ilha da Madeira. A sua vitalidade e pensamento evidenciam-se através das inúmeras obras já publicadas e dirigidas maioritariamente ao público juvenil.
Esta entrevista representa um fragmento da sua biografia, na qual constam alguns dos fragmentosvivenciados no período da Guerra Colonial. No decorrer da mesma e devido ao modo como o escritor (quando o entrevistado dá a uma frase a sua inflexão pessoal), relatou os momentos por ele vivenciados, fez-me sentir por breves instantes como se nela tivesse participado. Espero sinceramente que ao lerem este trabalho o possam sentir também, ou de alguma forma ficarem cientes do que escritor vivencioudurante aquele período.

QUESTIONÁRIO
1. História de vida.

Onde nasceu?
Nasci em Angola, antiga Cidade Sá da bandeira, actualmente designada por Lubango que era o nome anterior ao de Sá da Bandeira. Depois da independência voltou novamente a se denominar Lubango.

Qual foi a escola que frequentou?
Frequentei a 1ª Escola Primaria nº 60 – Luís Camões, depois fui frequentar o Liceu –...
tracking img