Literatua e verdade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1784 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Literatura e verdade
Em um texto aquilo que está em jogo é sua relação com a fundação do sentido, ou seja, sua relação com a verdade. Dessa maneira devemos lembrar que o conceito da literatura é uma idéia criada por filósofos. Platão quando fala de literatura, por exemplo, está dando um conceito de filosofema. Como Derrida disse a literatura é de alguma maneira fila da filosofia, ela faz partede sua historia e está marcada por uma serie de noções de natureza filosófica (imitação, forma, tempo). Nesse sentido o conceito de literatura que sempre é definido como desvio imitativo, serviria como uma estratégia para legitimar-se e garantir a especificidade do discurso filosófico.
Na literatura está em jogo a problemática da verdade. A literatura é um lugar no qual a relação com a própriaidentidade é fundamental para se compreender o sentido de um texto. A literatura não pode ser analisada como um objeto com normas pré-estabelecidas. Derrida afirma em resumo que uma definição do literário não pode ser anterior ao literário. Não podemos afirmar que um texto é literário sem levar em conta o que nele se apresenta. Como podemos analisar então uma obra sem projetar sobre ela umreferente ou um significado transcendental?
Nem por isso aquilo a que chamamos texto literário exclui o problema da sua nomeação, de sua verdade. Pelo contrario: o problema da literatura está presente em todo texto que se coloca como literário ou que ao literário, de alguma forma se opõe. A verdade da literatura constitui interesse e sentido do texto literário. No livro de Kafka analisado por Derrida,a 'lei' é antes de mais nada a lei da literatura, a lei própria diante da qual um texto se coloca e que o define como tal.
Mas se na literatura está em jogo a verdade, devemos nos interrogar também sobre os modos pelos quais essa relação se estabelece. A relação da literatura com a verdade é tida como ilegítima na maioria das vezes, uma derivação imitativa, ou seja como um desvio em relação aodiscurso neutro, serio e responsável. Derrida lembra que a historia dessa relação entre literatura e verdade e organizada , não apenas ou não exatamente pela mimesis mas por certas interpretações da mimesis. De Platão à Mallarme que são contra as imitações por se tratar de um irresponsabilidade do poeta dificultam a originalidade do litaraio, segundo Derridá “uma historia teve lugar”. Pode sedizer que essa historia consiste na oscilação entre duas maneiras de interpretar a mimesis. Primeiro, a relação entre o texto e o mundo é vista como adequação, relação de semelhança ou de igualdade; Segundo: a relação entre texto e mundo é entendida como desvendamento daquilo que estava oculto.
Nessas interpretações, a mimesis está vinculado ao processo da verdade. Por um lado ela interpreta odiscurso em sua relação de semelhança com a coisa; por outro lado, ela o interpreta como apresentação da coisa ela mesma. Esses dois traços resumiriam as razões do problema do embate pela idéia de literatura no Ocidente. A literatura deve ser entendida na sua relação com a realidade pré-existente ou estabelece, ela mesma a sua realidade? Derrida não veicula-se a nenhuma dessas alternativas anteriores,nem mesmo a uma terceira. Trata-se apenas de revelar a lógica dessa oposição.
O que importa para Derrida é a demonstração de que nos dois casos, mantém intocada a idéia de uma origem reconhecível. Ou seja, apesar das diferenças encontramos de fato uma cumplicidade que não altera fundamentalmente a situação teórica tal côo a apresentamos. Não há duvida de que as diferentes soluções para oproblema da mimesis literária estão associadas a práticas históricas e metodológicas bem diversas.
Apesar da vinculação com o discurso da verdade. A literatura não consiste em uma maneira de reiterar uma lógica que a precede. Ao analisar a obra de Mallarme, Derrida distingue paralelamente a ocorrência de um deslocamento na historia da metafísica literária, quando o texto passa a incorporar, em sua...
tracking img