Linha do tempo do sistema educacional brasileiro.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1281 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR LOURENÇO MARQUES




ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA EDUCAÇÃO




RIACHINHO-TO
SETEMBRO-2012

LOURIVAL JOSÉ VELOSO
RAIMUNDO PAULINO RODRIGUES DOS SANTOS



Trabalho apresentado como requisito parcial da disciplina de Estrutura e funcionamento da educação para a obtenção de nota sob a orientação da professora Clean Maria Reis Lourenço.RIACHINHO-TO
SETEMBRO 2012

Cursistas 01: Lourival José Veloso.
Cursistas 02: Raimundo Paulino Rodrigues dos Santos.

1– Construa uma linha do tempo, destacando os princi¬pais marcos da estrutura e organização do sistema edu¬cacional brasileiro.1930-1945 REFORMA FRANCISCO CAMPOS
Sob o comando do ministro da educação e saúde Francisco Campos. Essa reforma, de 1931, foi marcada pela articulação junto aos ideários do governo autoritário de Getúlio Vargas e seu projeto político ideológico, implantado sob a ditadura conhecida comoestado Novo,
# Dentre algumas medidas da Reforma Francisco Campos, estava a criação do Conselho Nacional de Educação e organização do ensino secundário e comercial.
# Teve como viés ideológico a formação de mão-de-obra(voltada à industrialização) e a formação das individualidades condutoras, instituiu dois ramos de Ensino Médio, rígidos e fechados entre si: o secundário e o profissionalizante1942 REFORMA CAPANEMA
Foi marcada pela articulação junto aos ideários nacionalistas de Getúlio Vargas, implantado sob a ditadura conhecida como “Estado Novo”.
a educação deveria servir ao desenvolvimento de habilidades e mentalidades de acordo com os diversospapéis atribuídos às diversas classes ou categorias sociais.
# Teríamos a educação superior, a educação secundária, a educação primária, a educação profissional e a educação feminina;
# Uma educação destinada à elite da elite, outra educação para a elite urbana, uma outra para os jovens que comporiam o grande "exército de trabalhadores necessários à utilização da riqueza potencial da nação" e outraainda para as mulheres.
# A educação deveria estar, antes de tudo, a serviço da nação, "realidade moral, política e econômica" a ser constituída.
Ensino Industrial (Decreto n.º4.073/1942);
Ensino Secundário (Decreto n.º4.244/1942);
Ensino Comercial (Decreto n.º 6.141/1943);
Ensino Normal (Decreto n.º 8.530/1946);
Ensino Agrícola (Decreto n.º 9.613 /1946);
# Esta reforma destaca-se pelo seucaráter fragmentário pela Consti¬tuição de 1934 - "que fixava a educação como direito e responsabilidade do Estado",
Década de sessenta (séc. XX),
A pós longa tramitação no Congresso Nacional, foi aprovada a primeira Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) - a Lei n° 4.024/61.

1964 PERÍODO MILITARA proposta educacional desse período é apoiada na concepção pragmática e tecnicista de que o ensino deve estar integrado às necessidades econômicas e exigências do mercado de trabalho.
# A Lei 5.540/68, que sistematizou o projeto de reforma universitária,
# A Lei na 5.692/71, que preten¬deu implantar compulsoriamente (obrigatoriedade) a profissionalização doEnsino Médio.
# Com a promulgação da Lei na 5.692/71, passa a vigorar um sistema que articula o antigo curso primário ao ginásio, criando-se o Ensino Fundamental de oito anos, a partir de então, denominado 1º grau.
# Ao mesmo tempo, institui-se o 2º grau, de três séries que, por sua vez, substitui os cursos secundários.
# A Lei n° 5.692/71 amplia a escolaridade obrigatória de quatro para oito...
tracking img