Linha do tempo da historia da educação

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3288 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Linha do tempo da historia da educação

Introdução

Falaremos neste trabalho, a respeito da Historia da Educação Brasileira, suas Rupturas, seus anseios, suas dificuldades e as várias etapas da Educação no Brasil, desde o descobrimento ate os dias atuais. Destacaremos a importância do conhecimento, das reformas educacionais, das estratégias de Governo e os vários programas, tais como ProUni,Ideb, Fundeb, Enem, dentre outros; Leis tais como, a LDB, PDE, as Leis de Diretrizes e Bases da Educação, os expoentes que se destacaram na Educação no Brasil, tais como Darcy Ribeiro, Florestan Fernandes, dentre outros.
Desenvolvimento
No decorrer da historia brasileira houve muitas rupturas significativas para alcançar a educação a passos lentos. A primeira grande ruptura foi à chegada dosportugueses ao território do novo mundo. Nessa fase os portugueses trouxeram um modelo de educação próprio da Europa o que não quer dizer que as populações que aqui viveram não possuíam características próprias de fazer educação e a educação que se praticava entre as populações indígenas não tiveram as marcas do modelo educacional europeu (de castigos e punições).
Quando os jesuítas chegaram poraqui não trouxeram somente a moral os costumes e a religiosidade, trouxeram também os métodos pedagógicos, esse modelo funcionou absoluto por 210 anos (1549-1759) nesta mesma época os indígenas tiveram uma interrupção na sua educação que se dava aos modos tribais, seguindo uma educação mística e de cunho oral, os jesuítas chegaram através do padre Manuel da Nóbrega, onde a sua ordem edificou aprimeira escola elementar brasileira, na cidade de salvador.
Fases da Educação no País
O ensino era dedicado à propagação da fé religiosa, especificamente a pregação da fé católica e ao trabalho educativo. Durante 50 anos eles se dedicaram a este tipo de educação, apesar da tentativa do padre José Anchieta de converter os índios de qualquer forma, esta não foi possível já que estes se utilizaram doensino na leitura e da escrita para alcançar os índios brasileiros, este sistema estendeu-se no nordeste na cidade de salvador para o sul do Brasil.
Estes criaram cinco (5) escolas de instrução elementar, de três colégios nas cidades do Rio de Janeiro, Pernambuco e Bahia. Mantiveram cursos de letras e filosofia, os quais chamados secundários e o curso de teologia e ciências sagradas de nívelsuperior, para a formação de sacerdotes. Durante este período os alunos frequentadores das escolas jesuítas eram os índios, os filhos de comerciantes e latifundiários portugueses estudavam na Europa.
Uma nova ruptura marca a historia da educação no Brasil: a expulsão dos jesuítas pelo Marquês de Pombal se existia alguma estrutura em termos de educação o que se viu a seguir foi um absoluto caos,tentou-se as aulas régias, mas o caos continuou ate a chegada da família real, que fugindo de Napoleão, resolveu transferir o reino para o mundo novo. Na verdade não se conseguiu implantar um sistema educacional nas terras brasileiras, mas a vinda da família real para as terras brasileiras permitiu-se uma nova ruptura com a situação anterior.
Com a expulsão saíram do Brasil 124 jesuíta da Bahia, 53de Pernambuco, 199 do Rio de Janeiro e 133 do Pará. Com eles levaram também a organização monolítica baseada no Ratio Studiorum. Desta ruptura, pouca coisa restou de prática educativa no Brasil. A educação jesuítica não convinha aos interesses comerciais emanados por Pombal. O resultado da decisão de Pombal foi que, no princípio do século XIX, a educação brasileira estava reduzida a praticamentenada. O sistema jesuítico foi desmantelado e nada que pudesse chegar próximo deles foi organizado para dar continuidade a um trabalho de educação.
Período pombalino que foi do ano de 1760-1807, Portugal logo percebeu que a educação no Brasil estava estagnada e era preciso oferecer uma solução, para isso instituiu o “subsidio literário” para manutenção do ensino primária e média, foi criado em...
tracking img