Linha do tempo da história da educaçãp

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1556 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Linha do tempo da Educação Brasileira
• 1500 - Vera Cruz - O começo de tudo: Quando chegam a costa da Bahia, os portugueses descobrem que os pequenos indiozinhos, principalmente entre os tupís-guaranis, são instruidos por adultos - pais, tios e avós, por exemlo. Em algumas tribos, o pajé é o responsável pelos valores culturais.
• 1549 - Alfabetização pela fé: Os primeiros jesuítas chegam aoBrasil em missão civilizatória para converter os índios à fé católica. O ensino é feito nas casas de meninos, construções de taipas simples, anexas às aldeias, que, com alguma liberdade, são as primeiras escolas.Crianças e jovens aprendem o português ou o espanhol.
A Igreja
• 1564 - O primeiro colégio para brancos: Sem recursos, os jesuítas assumem a educação dos brancos também - a determnaçãoveio da Coroa Portuguesa. O primeiro colégio surge na Bahia, em 1564.Depois de até 11 anos de estudo, os estudantes têm de cursar uma universidade além-mar - não há escolas de Ensino Superior.
• 1599 - Faltam professores: A pedagogia dos jesuítas é consolidada.O método?Repetição, memorização e provas periódicas. Ao aluno, cabe anotar tudo o que o professor falanum caderno. Apesar de organizados,os colégios sofrem alguns problemas como a falta de professores. Uns demoram a chegar, outros morrem em naufrágios a caminho da colônia, e outros desaparecem em um passeio.
O Estado
• 1759 - Expulsão dos jesuítas: O marquês de Pombal, que comanda Portugal de 1750 a 1777,compra vérias brigas para fortalecerseu governo absolutista.Em 1759, Pombal expulsa os jesuítas do império português.Pretende,assim, reduzir a influência do grupo.
• 1760 - O Estado é responsável pela educação: Após a expulsão dos jesuítas, a educação brasileira é organizada pelo estado pela primeira vez. Os professores, concursados, são pagos pelo governo, que determina a proibição de livros jesuítas e já cobra impostos e faz leis. Um novo método de ensino é criado e a Imprensa Régia imprime os livros didáticos.Oobjetivo da formação não é o ingresso na Universidade.Não há escolas de Ensino superior no país
• 1824 - Meninas educadas em casa: A maioria das mulheres é educada pelas mães ou pela ama e aprende a ler, além de ser treinada nas prendas domésticas.O ensino da escrita precisa de cartilha, método e lápis ( ou pena), enquanto a leitura pode ser ensinada oralmente.
O professor
• 1827 - Uma revoluçãona escola: A Primeira Lei Geral de Ensino cria colégios nas vilase cidades mais populosas do Império e dá acesso às salas de aula também as meninas.Um novo método de aprendizagem é difundido: o ensino mútuo, no qual o professor orienta os melhores alunos (monitores), que repassam o conhecimento a outros 10 alunos. A separação das turmasnão depende da idade, mais do estágio de conhecimento.Cartazesna parede ensinam o alfabeto e os números.O ensino mútuo é dinâmico e oral e os estudantes fazem exercícios numa mesa de areia molhada.
• 1828 - À mestra com carinho: Nas escolas para garotas só professoras lecionam - o mesmo vale para o sexo oposto. O método mútuo apesar de popular, não era usado para mulheres. O motivo: ao contrário das escolas masculinas, as turmas de meninas não eramnumeras, já que poucas tinham aprendido a escrever em casa antes da criação das escolas femininas.
• 1837 - Uma escola para Imperador ver: O Colégio Pedro II, consebido para ser um modelo para todo Brasil, é inaugurado no Rio de Janeiro. Os alunos - só homens - têm aulas de gramática, latim, grego,e princípios de física,botânica, e astronomia, entre outros. O próprio imperador contrata e controlaprofessores e verifica como andam as aulas e as refeições. Depois dos 6 anos, o aluno ingressa nos cursos de Medicina, Direito e Engenharia.
A ciência
• 1874 - Ordem e Progresso: Idéias do Positivismo, do Cienticismo e do movimento republicano circulam e influenciam a educação. Escolas laicas e particulares são criadas, além de colégios femininos e protestantes. As turmas são pequenas, o material...
tracking img