Linha cronoligica coloniaimperioreprep

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (286 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ANAIS DO III ENCONTRO NACIONAL DO GT HISTÓRIA DAS RELIGIÕES E DAS
RELIGIOSIDADES

ANPUH
-
Questões teórico
-
metodológicas no estudo das religiões e
rel
igiosidades. IN:Revista Brasileira de História das Religiões.
Maringá (PR) v. III, n.9,
jan/2011. ISSN 1983
-
2859.
Disponível em
http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/pub.html
__________________________________________________________________
7
7
Conclusão
A Companhia de Jesus, fundada por Inácio de Loiola, tinha por meta difundir
o cristianismo. Seus padres eram preparados para asmissões e tinham a preocupação de
entender os usos e costumes dos g
entios a serem catequizados, o que incluía o domínio
da língua nativa.
Neste aspecto, diferia das ordens criadasanteriormente, pois não ficavam
reclusos em mosteiros, saindo para o mundo nas missões ara conquistar novos fiéis,
levando a religião por tod
os os lados.
Para catequizar, os jesuítasutilizavam como instrumento o ensino das
primeiras letras, ou seja, a alfabetização e, a partir daí, chegavam à aculturação do
indígena, imprimindo
-
lhe os costumes e crenças do homembranco.
No Brasil, n
ão se po
de negar que o trabalho desenvolvido pelos jesuítas,
possibilitou domesticar uma grande mass
a de indígenas de Norte a Sul da
Colônia, fato
que veiopermitir o aparecimento de grandes quantidades de aldeias e povoações, tanto
no litoral, como no planalto do
Brasil, que muito colaborou a implantação de uma
sociedade civilizada emnosso país.
A disciplina rígida dos jesuítas muito contribuiu para se colocar um freio na
sociedade portuguesa colonial em que se exigia que os costumes e
a moral seguisse
m
os
padrões de honradez européia, sendo também o parâmetro para se cobrar a conduta dos
demais clérigos que aqui vieram no período colonial, buscando salvar almas para o
cristianismo
católico
tracking img