Linguistica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3568 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS
Instituto de Letras
Curso Letras Bacharelado





Lauren Fernanda Rodrigues Machado








A Polissemia como Papel Importante no Caso das Expressões Idiomáticas






















Porto Alegre.
2012
1-Introdução - O objetivo da pesquisa é mostrar as origens das expressões idiomáticas comuns usadastanto no Brasil quanto em Portugal, assim como nos países de língua inglesa. Dentro desta linha de pesquisa será salientado o conceito de expressão idiomática sendo este de cunho geral (origem histórica, comum à todas sociedades, origem religiosa, ou mitológica), isto é, utilizado para todas as línguas, assim como aquelas expressões idiomáticas que foram criadas por um determinado país devido ao seuestado econômico e social. Além disso, também será explicitado a importância das expressões idiomáticas dentro do fenômeno da polissemia para quem aprende outras línguas, como estas pessoas podem adquirir o sentido da expressão idiomática e também exemplos serão dados.
A metodologia da pesquisa foi realizada através de consultas via internet, e também em livros e ensaios quecontinham ideias bem formadas e explicitas quanto à ideia de polissemia usada em vários contextos como: nas metáforas, os tipos de palavras utilizadas em determinados contextos específicos e em outros que não tem nada haver, mas que mesmo assim ainda demonstram relação entre si. Além disso, há as expressões idiomáticas que são o alvo desta pesquisa. Será demonstrado como estas expressões serelacionam com o todo de um texto ou de um discurso, como podem ser parafraseadas ou até mesmo como cada elemento da expressão não existe sem o outro.


2 - A origem das expressões idiomáticas

As expressões idiomáticas são conhecidas e utilizadas por muitas culturas diferentes com línguas diversas, ou seja, é difícil afirmar que existe pelo menos uma nação ou civilização que não seutiliza da praticidade das expressões idiomáticas. Além disso, quanto às expressões idiomáticas pode-se dizer que não é possível identificar o seu significado apenas através do sentido literal das palavras que a compõem.
Pode-se dizer que as religiões em geral, a mitologia (comum à todos os povos), e própria história são os pilares mais importantes na geração das expressões idiomáticas. Nacultura lusófona a cultura Greco-romana, as religiões e a história tiveram um papel muito importante na criação das expressões idiomáticas que até hoje são usadas.

2.1– Expressões de origem mitológica


• Bicho de sete cabeças: Significa enorme ameaça ou dificuldade que só pode ser superada com muita coragem. Esta expressão é baseada na lenda grega da hidra de Lerna, uma enorme serpentede sete ou nove cabeças;


• Calcanhar de Aquiles: Ponto fraco ou vulnerável de alguém. Baseada na lenda em Aquiles só não era mortal em seu calcanhar, a única parte que não foi banhada por sua mãe para que este fosse mortal por completo.


• Pomo da Discórdia: Motivo principal de uma disputa de uma desavença. Expressão baseada na história em Paris aceita o presente de Afrodite e seapaixona por Helena a qual se torna o motivo principal da guerra de Tróia.


• Presente de Grego: Presente que traz prejuízo ou aborrecimento a alguém. Baseada no falso presente que os gregos deram aos troianos que representava a desistência da guerra.


Além destas expressões há muitas outras de origem mitológica como, “caixa de pandora, agradar gregos e troianos, voto deminerva”.

2.2– Expressões de origem religiosa


Há muitas expressões famosíssimas de cunho religioso que são muito presentes no cotidiano das pessoas, principalmente em países onde a religião católica foi difundida de forma maçante como é o caso do Brasil e de outros países latinos. Como exemplos é possível citar as devidas expressões: “ser o bode expiatório, paciência de Jó, cova dos...
tracking img