Linguistas do estruturalismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2465 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESTRUTURALISMO
Durante a primeira metade do século XX, as novas orientações linguísticas estiveram representadas fundamentalmente pelo estruturalismo, cujos expoentes foram Ferdinand de Saussure, na Europa, e Leonard Bloomfield, nos Estados Unidos.
O Estruturalismo é uma corrente teórica da linguística baseada nos princípios do Cours de Linguistique Générale (Curso de Linguística Geral - 1916)de Ferdinand de Saussure, embora tivesse preferido a designação de sistema em vez da de estrutura para definir a língua como um todo cujas partes se relacionam entre si e concorrem para a sua organização global.
É com as teorias defendidas pelo Círculo Linguístico de Praga (1929) que surge o termo estrutura, inicialmente aplicado à fonologia por Nikolai Troubetzkoy, mas rapidamente alargado aosoutros domínios da linguística e até mesmo à antropologia dita estrutural com Claude Levi-Strauss.
Estruturalismo é uma corrente de pensamento nas ciências humanas que se inspirou do modelo da linguística e que apreende a realidade social como um conjunto formal de relações. É uma abordagem que veio a se tornar um dos métodos mais extensamente utilizados para analisar a língua, a cultura, afilosofia da matemática e a sociedade.
Conceito: “Estruturalismo é um conjunto de elementos entre os quais existem relações, de forma que toda modificação de um elemento ou de uma relação acarreta a modificação dos outros elementos e relações”.

FERDINAND DE SAUSSURE – (1857 – 1913)
Ferdinand de Saussure, Suíço, foi fundador da linguística moderna, nasceu em uma família de alta cultura científica.Ele estudou na Universidade de Genebra cidade natal, em 1875, começou seus estudos universitários, mas depois de dois semestres, deixa as ciências exatas para prosseguir os estudos de linguagem, em Leipzig, Berlim e Paris. Em 1877, com apenas 20 anos, Saussure notifica a Companhia de Paris linguística, sua notável memória sobre o sistema primitivo das vogais nas línguas indo-européias . Aos 22anos, em Leipzig apresenta sua tese: o uso do genitivo absoluto em sânscrito .
Sua obra póstuma Curso de Linguística Geral foi lançado em 1916, elaborado por dois de seus discípulos, a partir de notas tomadas por estudantes durante seus cursos.
A linguística saussuriana, portanto, baseia-se no estudo da estrutura da língua e do uso coletivo, comum a todos os falantes, desprezando o individual, porconsiderar que a língua é homogênea, estável e dinâmica, enquanto a fala é mutável e de domínio social.
Para Saussure, a língua é um sistema homogêneo, um conjunto de signos exterior aos indivíduos e deve ser estudado separado da fala. Para ele, o estudo da fala seria problemático, por envolver todas as possibilidades imprimidas nela pelos falantes, impossibilitando, assim, sua análisecientífica.
A linguística saussuriana, portanto, prioriza o estudo dos signos, ou, teoria geral da semiologia, examina sincronicamente, apenas os elementos da linguagem (idioma), mas reconhece que langue e parole são duas faces da linguagem em que uma não subsiste sem a outra. Essa visão semiótica da linguagem permite estudar, separadamente, a língua da fala, de modo que um homem, mesmo privado do uso dafala, pode compreender uma língua.
CIRCULO LINGUÍSTICO DE PRAGA
O Círculo Linguístico de Praga era um influente grupo de críticos literários e linguistas que se reuniram em Praga com o desejo comum de criar uma nova abordagem linguística. O período mais conhecido do Círculo é entre 1926, seu lançamento oficial, e o início da Segunda Guerra Mundial.
Junto com seu primeiro presidente, VilémMathesius , eles incluíram russos emigrados, como Roman Jakobson , Nikolai Trubetzkoy, e Sergei Karcevsky. O seu trabalho constituiu uma ruptura radical com o clássico estrutural posição de Ferdinand de Saussure . Eles sugeriram que os seus métodos de estudar a função dos sons da fala pode ser aplicado tanto sincronicamente, a uma língua, uma vez que existe, e diacronicamente, para uma língua como...
tracking img