Linguagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2913 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Análise dos poemas “Autopsicografia” e “Mar Português”
O estilo de Fernando Pessoa

- Características Temáticas

• Identidade perdida
• Consciência do absurdo da existência
• Tensão sinceridade/fingimento, consciência/inconsciência, sonho/realidade
• Oposição sentir/pensar, pensamento/vontade, esperança/desilusão
• Anti-sentimentalismo: intelectualização da emoção
• Estados negativos:solidão, cepticismo, tédio, angústia, cansaço, desespero, frustração.
• Inquietação metafísica, dor de viver
• Auto-análise

- Características Estilísticas

• Musicalidade: aliterações, transportes, ritmo, rimas, tom nasal (que conotam o prolongamento da dor e do sofrimento)
• Verso geralmente curto (2 a 7 sílabas métricas)
• Predomínio da quadra e da quintilha (utilização de elementosformais tradicionais)
• Adjectivação expressiva
• Linguagem simples mas muito expressiva (cheia de significados escondidos)
• Pontuação emotiva
• Comparações, metáforas originais, oxímoros (vários paradoxos – pôr lado a lado duas realidades completamente opostas)
• Uso de símbolos (por vezes tradicionais, como o rio, a água, o mar, a brisa, a fonte, as rosas, o azul; ou modernos, como o andaimeou o cais)
• É fiel à tradição poética “lusitana” e não longe, muitas vezes, da quadra popular.
• Utilização de vários tempos verbais, cada um com o seu significado expressivo consoante a situação.
 

- Figuras de Estilo

• Hipérbato – consiste na separação de palavras que pertencem ao mesmo segmento por outras palavras não pertencentes a este lugar:
 
Autopsicografia – última estrofe• Perífrase – consiste em utilizar uma expressão composta por vários elementos em  vez do emprego de um só termo:
   
Autopsicografia – “Os que lêem o que escreve”

• Metáfora – consiste em igualar ou aproximar dois termos que pertencem à mesma categoria sintáctica mas cujos traços se excluem mutuamente.
   
Autopsicografia – “Gira, a entreter a razão/Esse comboio de corda”

AUTOPSICOGRAFIA   
O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas de roda
Gira a entreter a razão,
Esse comboio de corda
que se chama o coração.

O fingimento artístico

Autopsicografia (Intelectualização do sentir)A julgar pelo título, estamos perante uma descrição da própria alma, apresentada em três estrofes, constituindo cada uma delas uma parte do poema:

Na primeira estrofe temos já, em síntese, o pensamento implícito no conjunto do poema. Sendo “um fingidor”, o poeta não finge a dor que não sentiu. Finge aquela de que teve experiência direta. Assim se afasta qualquer possibilidade de seinterpretar o conceito de “fingimento” na poesia de Fernando Pessoa como completa simulação de uma dor ou de uma experiência emocional que não se teve. O reconhecimento dessa dor ou experiência emocional como ponto de partida da criação poética está bem expresso nesta primeira quadra. Todavia, a dor que o poeta realmente sente não é aquela que deve surgir na sua poesia. Pessoa não considerava a poesia apassagem imediata da experiência à arte, opunha-se a toda a espontaneidade. Por isso, exigia a criação de uma dor fingida sobre a dor experimental.

O poeta, desde que se propõe escrever sobre uma dor sentida, deve procurar representar, materializando-a, essa dor, não nas linhas espontâneas em que ela se lhe desenhou na sensibilidade, mas no contorno imaginado que lhe dá, voltando-se para simesmo e vendo-se a si próprio como tendo tido certa dor (inteligibilização do sensível). Todavia, a metamorfose a que submete a sua dor, fingindo-a, representando-a, apenas altera o plano onde essa dor decorre. A dor real, ou seja, a dor dos sentidos, primeiro, é a dor imaginária (dor em imagens), depois. O poeta materializa as suas emoções em imagens susceptíveis de provocar no leitor (e o poeta...
tracking img