Linguagem do corpo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 96 (23881 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resum o do Livro: LINGUAGEM DO CORPO (Cristina Cairo) - Ed. Mercuryo

"Voce pode ter e ser o que quiser, se conseguir acreditar que tudo é reflexo de si m esm o".

Introdução

Engane- se à v ont ade, mas saiba que seu inc onsc ient e não pode ser enganado, pois é ele que sabe exat ament e o que v oc e pensa c onst ant ement e e, por isso, manda- lhe respost as e sinais o dia int eiro.Conheç a essa out ra part e da sua ment e. Na v erdade, o c orpo é a t ela onde se projet am as emoç ões. E t odas as emoç ões negat iv as são projet adas em forma de doenç as. Essas somatizaç ões ac ontec em a c urto ou a longo prazo e os sentimentos de infelic idade, desgosto, raiva, mágoa, ressentimentos, etc ., dão origem às doenç as mais graves quando arrastados por muito tempo. Dev emos solucionar as quest ões duv idosas e problemát ic as de nosso c oraç ão o mais rápido possiv el, para impedirmos o inc onsc iente de se c omunic ar através da linguagem do c orpo, alertando- nos sobre nossa c onduta. O inc onsc iente relac iona universalmente a funç ão do órgão a uma emoç ão equivalente.

HEMISFÉRIOS CEREBRAIS

Os hemisférios c erebrais se dividem em dois (direito e esquerdo). O comportamento e a maneira de pensar derivam desses dois hemisférios. Desc ubra, aqui, qual a parte de seu c érebro que está mais desenvolvida e proc ure harmonizar- se, pois, quando um dos hemisférios predomina, o indivíduo passa a ter defic iênc ia de aprendizagem, dific uldade em c omunic ar- se, c onflitos internos sem explic aç ões, medos desordenados e uma série de problemas emoc ionais que podemlev á- lo a "gerar" doenç as ou a proc urar drogas c omo subt erf úgio pela inc ompreensão dos f at os. Esta linha de pensamento vem trazendo, junto à PNL, um c omplemento para o autoc onhec imento.

Hem isfério Esquerdo

Hem isfério Direito

Det alhist a Mec ânic o S ubst ânc ia Preto e Branc o Cét ic o Linguagem Lógic o F ec hado Caut ela Repetitivo Verbal Analític o

Amplo CriativoEssênc ia Cores Rec eptivo M edit aç ão Artístic o A bert o Aventura Novos c aminhos Intuitivo Sintétic o

Memória Intelec tual

Espac ial Emoc ional

Para equilibrar os dois hemisférios, é nec essário pratic ar o lado que estiver menos em evidênc ia, ou seja, é nec essário passar a c riar sit uaç ões que exijam ou o seu lado esquerdo ou o seu lado direit o do c érebro. Por exemplo: se voc e éuma pessoa extremamente detalhista, proc ure ser mais amplo em suas observaç ões e c rític as. Se voc e é mec ânic o em suas aç ões no dia- a- dia, proc ure ser mais c riativo busc ando inventar situaç ões que o faç am c riar. Não darei exemplos porque desejo que voc e c omec e a c riar, desde já! A t ese de que t odas as doenç as pode ser c uradas é respaldada pelos rec ent es est udos da psicanálise, segundo os quais fic ou c omprovado que doenç as e infelic idades tem c omo c ausa a c onsc iênc ia de c ulpa e c ontrariedades profundas. Aos que tem interesse por este assunto, enc ontrarão no livro O HOMEM CONT RA SI PRÓPRIO, de Karl A. Menninge (enc ontrado hoje, somente em sebos) no qual o autor c ita abundantes provas e c onc lui que muitas doenç as e infelic idades são formas deautopuniç ão e que até as guerras são formas de autopuniç ão c oletiva.

INFLUÊNCIA DO MEIO AMBIENTE

A prendi, c onv iv endo c om os pensament os e hábit os dos orient ais, que as pessoas f ant asiam demais preoc upaç ões, devido às informaç ões erradas ou polêmic as do mundo. Muitas doenç as surgem devido ao sugest ionament o e assoc iaç ão de idéias, que essas div ergênc ias de opiniões ac abamprov oc ando nas pessoas. Quanto mais nos preoc uparmos c om regras alimentares, maior será o medo de errar e, psic ologic amente, estaremos entrando num labirinto, c om a expec tativa de enc ontrarmos uma doenç a em c ada saida. Não dev emos t er exc esso de preoc upaç ão c om o que c omer, porque nossa int uiç ão nat ural sabe o que nosso c orpo nec essita. Para que tenhamos saude, é prec...
tracking img