Limite de idade ingresso pm tcc

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 55 (13603 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO


As instituições militares apresentam regras de convivência e ideais que permeiam as relações de trabalho e as relações interpessoais que influenciam o psiquismo dos integrantes. Os indivíduos que ingressam na polícia militar se destituem de seus valores e crenças para incorporarem os valores e crenças da instituição. Na polícia militar as relações perdem a naturalidade ese revestem de medo, receio do erro e de tudo que ele pode acarretar. A formação de policial militar é perpassada por um ideal de homem que se estrutura em princípios rígidos.
As condutas são padronizadas, os comportamentos atos e fardamentos dificultam a expressão do individual e singular. Os indivíduos sofrem a intimidação do grupo e a liberdade é limitada. O grupo exerce uma pressãomuito grande no indivíduo para manter a coesão grupal, utilizando como meio principal o Regulamento Disciplinar, o Código Penal Militar e todos os documentos doutrinários e normativos (Nogueira e Moreira, 1999 apud AMADOR; SANTORUM; CUNHA e BRAUM, 2002).
A hierarquia e a disciplina dão sustentação à polícia militar, o comando está vinculado ao grau hierárquico: o oficial é preparado para ocomando e para exercer o comando e a chefia, os subtenentes e sargentos auxiliam e complementam as atividades dos oficiais sobre a tropa e os demais (cabos e soldados) são elementos de execução. A vida de quem ingressa numa instituição militar é modificada e o indivíduo passa a ser regido pelos conceitos peculiares da instituição. Até mesmo a aparência pessoal deve respeitar às exigências do CódigoDisciplinar que prevê punição no caso de descumprimento (HIRT, 2006).
Existem pressões e desafios nas esferas da organização prescrita do trabalho policial e do trabalho policial cotidiano que impõem rigorosos limites à expressão da subjetividade dos policiais no trabalho que oferecem escassas possibilidades para encaminhar o sofrimento de forma criativa. Para tentar gerenciar osofrimento psíquico decorrente da experiência laboral, os policiais recorrem a mecanismos defensivos e, como parte desses mecanismos pode surgir a violência policial. Além disso, esse sofrimento também pode trazer prejuízos à saúde mental dos Policiais Militares.
Com base nesse conhecimento a presente pesquisa procurou verificar quais as modificações de comportamento decorrentes do exercício daprofissão de policial militar na visão dos próprios policiais militares. Para isso foram elaboradas as seguintes hipóteses: ocorrem modificações no comportamento dos policiais militares decorrentes do exercício da profissão; o sujeito passa a comportar-se como policial militar também em situações fora do trabalho; os policiais militares podem escolher essa profissão por possuírem característicaspessoais compatíveis com o exercício da profissão de policial militar; o policial militar muda seu comportamento no ambiente familiar gerando dificuldade nas relações familiares.
A relevância social da pesquisa está em proporcionar dados sobre as modificações de comportamentos ocorridas no exercício da profissão de policial militar que motivem o desenvolvimento de ações com a finalidade deprevenir o surgimento de comportamentos que prejudiquem as relações dos policiais com seus familiares, que possam levar ao afastamento da profissão e ao surgimento doenças de causa psicológica. A relevância científica da pesquisa encontra-se no fato de abordar um tema pouco estudado e, os dados que a pesquisa pretende levantar podem servir de estímulo para o surgimento de pesquisas sobre essetema.






































1 OBJETIVOS


1.1 Objetivo Geral


VERIFICAR se existem mudanças de comportamento decorrentes do exercício da profissão de policial militar na própria visão dos policiais militares


1.2 Objetivos Específicos


• Identificar os motivos que levaram à escolha da profissão de policial militar...
tracking img