Ligações químicas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1327 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Ligações químicas
Átomos completos e incompletos :
Os átomos que possuem 8 elétrons na última camada são considerados átomos completos; os que tem menos de 8 são átomos incompletos. Os átomos dos gases nobres são completos. O único gás nobre cujos átomos não tem 8 elétrons na última camada, mas mesmo assim são considerados completos, é o hélio. Os átomos do hélio só tem a Camada K . Como acamada K comporta 2 elétrons, eles são completos.
Veja na tabela abaixo quais são os gases nobres e o número de elétrons de cada uma de suas camadas:
Gás nobre | Camadas e números de elétrons |
Hélio | K = 2 |
Neônio | K = 2; L = 8 |
Argônio | K = 2; L = 8; M = 8 |
Criptônio | K = 2; L = 8; M = 18; N = 8 |
Xenônio | K = 2; L = 8; M = 18; N = 18; O = 8 |
Radônio | K = 2; L = 8; M = 18; N= 32; O = 18; P = 8 |

Por terem o número máximo de elétrons na última camada, os gases nobres são elementos estáveis; podem existir livre e isolados. Os átomos dos outros elementos químicos são incompletos, instáveis. Isso quer dizer que sua última camada não tem o número máximo de elétrons.
Exemplo :
O íon de sódio é muito mais estável que o átomo de sódio, porque o íon tem 8 elétrons naúltima camada.

Outros exemplos:
Elemento | Camadas e números de elétrons |
Carbono | K = 2; L = 4 |
Oxigênio | K = 2; L = 6 |
Magnésio | K = 2; L = 8; M = 2 |
Cloro | K = 2; L = 8; M = 7 |
Cálcio | K = 2; L = 8; M = 8; N = 2 |

Para serem átomos incompletos, não podem existir livres e isolados.
A tendência dos átomos incompletos é ganhar, perder ou compartilhar elétrons,associando-se a outros átomos. Destas transações de elétrons surgem forças de atração capazes de unir átomos. Daí se estabelece uma LIGAÇÃO QUÍMICA.

Ligação Iônica
As ligações iônicas ocorrem quando existem átomos que perdem elétrons e outros que ganham elétrons. De modo geral, os átomos com menos de 4 elétrons na última camada têm tendência de perder elétrons. Os metais possuem essa configuraçãoeletrônica. Exemplo: Na. Por outro lado, os átomos com mais de 4 elétrons na periferia tendem a ganhar elétrons. Esses átomos pertencem à classe dos não-metais. Exemplo: Cl.
Resumindo, podemos dizer que a ligação iônica ocorre entre um metal e um não-ametal. Veja o exemplo abaixo:


Outros exemplos:

Átomo de cálcio ( 2 elétrons na ultima camada )

Átomo de oxigênio ( 6 elétrons naúltima camada )
A última camada de cálcio tem 2 elétrons; a do oxigênio tem 6. Para ficarem completos, os átomos de cálcio terão de perder os 2 elétrons da camada N e os de oxigênio terão de ganhar mais 2 para a camada L. Assim sendo, eles podem associar-se, trocando elétrons.


Após a troca de elétrons, os átomos de cálcio e oxigênio
se transformam em cátion cálcio e ânion óxido
Átomoseletricamente positivos e negativos
Agora observe o seguinte: depois da troca, o cálcio ficou com 20 prótons e 18 elétrons; o oxigênio ficou com 8 prótons e 10 elétrons. Isso dignifica que ambos ficaram em desequilíbrio elétrico, pois, para estarem em equilíbrio, os átomos devem ter o mesmo número de prótons e elétrons.
O cálcio, com mais prótons do que elétrons, ficou eletricamentepositivo: o oxigênio, com mais elétrons do que prótons, ficou eletricamente negativo.
Os átomos em desequilíbrio elétrico são chamados de íons. Nesse caso, o cálcio tornou-se um íon positivo, recebendo o nome de cátion cálcio ( Ca⁺⁺ ). O oxigênio tornou-se um íon negativo, passando a chamar-se de ânion óxido ( O⁻ ⁻ ).
As estruturas que, como o cátion cálcio e o ânio óxido, perderam ou ganharam 2elétrons são denominados bivalentes. Chamam-se monovalentes, trivalentes ou tetravalentes as estruturas que pederam ou ganharam, respectivamente, 1, 3, 4 elétrons.
Íons de cargas elétricas diferentes atraem-se. Assim a força de atração entre o cátion cálcio e o ânion óxido fará com que eles se liguem, dando origem a um composto iônico chamado óxido de cálcio ( CaO ).
Ligação covalente
Nem...
tracking img