Libras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1910 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

Libras (Língua Brasileira de Sinais) é a língua materna dos surdos brasileiros e diferente do que se imagina não é uma língua universal as pessoas tem como crença que toda língua de sinais é um “código” simplificado e aprendido e transmitido aos surdos de forma geral. Cada país tem sua própria língua oral, embora possamos traçar um histórico das origens e apontar possíveisparentescos e semelhanças no nível estrutural das línguas humanas, alguns fatores favorecem a diversificação e a mudança da língua de uma comunidade linguística, como por exemplo, a extensão e a descontinuidade territorial, além dos contatos com outras línguas. Com a língua de sinais não é diferente.

Linguisticamente pode-se afirmar que a língua de sinais é “língua” porque apresenta característicaspresentes em outras línguas naturais e, essencialmente, porque é humana. Tem uma gramática própria e se apresenta estruturada em todos os níveis, como as línguas orais: fonológico, morfológico, sintático e semântico. Além disso, podemos encontrar outras características: a produtividade, criatividade, flexibilidade, descontinuidade e a arbitrariedade.

A língua de sinais tem estrutura própria, e éautônoma, ela é independente de qualquer língua oral em sua concepção linguística.





Processo Histórico

Segundo a Teoria Evolucionista de Darwin, o homem, assim como todos os animais que vivem hoje, passou por um processo de Seleção Natural constante e severo. Desta seleção saíam os mais aptos e mais fortes para viver, segundo as condições de vida do meio e da época em que existiam. Erauma guerra pela sobrevivência, onde somente os “melhores” sobreviviam.

Não é difícil entender como eram vistas as pessoas “diferentes” naquela época, eram entendidas como desqualificadas e inferiores, fora dos padrões, padrões estes que até hoje levam a práticas discriminatórias.

Até o século XV não havia nenhum interesse na educação dos surdos eram considerados pessoas primitivas, sendorelegados à marginalidade na vida social.

No ocidente, os primeiros educadores de surdos que se tem notícia data a partir do século XVI, como Pedro Ponce de Leon (1520-1584) e Adde Charles de L’Epee (1712-1789).

O século XVIII é considerado por muitos, o período mais próspero da educação dos surdos. Entretanto, no início do século XX, a maior parte das escolas de surdos, em todo o mundo,abandona o uso da língua de sinais, em consequência do famoso Congresso de Milão de 1880, que considerou que a melhor forma de educação do surdo, seria aquela que utilizasse unicamente o Oralismo.

A filosofia perdurou até meados dos anos 60, quando Willian Stokoe publicou o artigo “Sign Language Structure: An Outline of the Usual Communication System of the American Deaf”, demonstrando que a Línguade Sinais usada pelos surdos americanos, é uma língua com todas as características das línguas orais.



Em 1968, Roy Holcon dá origem ao método de Comunicação Total. Segundo Goldfeld:

“A filosofia da Comunicação Total tem como principal preocupação os processos comunicativos entre surdos e surdos, e entre surdos e ouvintes. Essa filosofia também se preocupa com os aspectos cognitivos,emocionais e sociais, não devem ser deixados de lado em prol do aprendizado exclusivo da língua oral.” (Goldfeld, 1997, p. 35)

A partir da década de 80 começa a ganhar força o Bilinguismo, onde o surdo deve adquirir primeiramente, como língua natural, a língua de sinais e, somente como segunda língua, a língua oficial do país. Essa filosofia percebe a surdez como diferença linguística, e não comodeficiência a ser normalizada através da reabilitação (Oralismo).

No Brasil, os serviços prestados aos surdos ainda são muito poucos. Diferentemente de diversos países desenvolvidos, raros são os programas de televisão apresentados em Libras, ou que sequer possuam legenda oculta, descaso quanto à necessidade de intérpretes em locais como hospitais, repartições públicas, delegacias, fóruns...
tracking img