Libras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2674 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP
CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
CURSO DE PEDAGOGIA






Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS




SILMARA RIBEIRO DOS SANTOS RA: 403190 email: silmara_baruu@hotmail.com







Atividade Prática Supervisionada (ATPS) entregue como requisito para conclusão da disciplina “Língua Brasileira de Sinais”,sob orientação do Professor-Tutora Presencial Isabel Cristina Biondo Morette.





AMERICANA
2012


ETAPA 1
A Surdez
Primeiramente vamos falar sobre o conceito de surdez. É bastante comum ouvirmos as pessoas se referirem ao surdo como "mudo", ou pior, "mudinho", surdo-mudo, deficiente auditivo, entre outros. A maioria dos surdos não apresenta nenhuma deficiência no aparelhofonador, ou seja, seus órgãos internos e externos da fala estão intactos, por isso não podem ser considerados como mudos.
Então por que alguns não falam quase nada ou falam diferentes?
Todos os surdos vocalizam, algumas vezes produzem sons mais graves, outras vezes mais agudos, porém, por não ouvirem, não têm feedback auditivo.
Obviamente enfrenta-se um desafio, tornar a escola umespaço aberto e adequado ao ensino inclusivo. Sabe-se que muitos obstáculos são encontrados, particularmente sobre os princípios da educação inclusiva para que atenda as especificidades de cada aluno portador de deficiência auditiva, mas para que haja uma verdadeira inclusão, é preciso que os professores também tenham apoio dos familiares do portador de deficiência, promovendo a acessibilidade domesmo em classe de ensino regular para que possa adquirir incentivos a autonomia e o espírito critico criativo e passe a exercer a sua cidadania.
Na discussão sobre a educação dos surdos, devem-se relevar as necessidades e dificuldades linguísticas dos mesmos. Atualmente, entende-se, na educação desses alunos, a primeira língua deve ser a de sinais, pois possibilitam a comunicação inicialna escola em que eles são estimulados a se desenvolver, uma vez que os surdos possuem certo bloqueio para a aquisição natural da linguagem oral.
O ensino de libras vem sendo reconhecido como caminho necessário para uma efetiva mudança nas condições oferecidas pela escola no atendimento escolar desses alunos, por ser uma língua viva, produto de interação das pessoas que se comunicam.
Essalinguagem é um elemento essencial para a comunicação e fortalecimento de uma identidade Surda no Brasil e, dessa forma, a escola não pode ignorar no processo de ensino aprendizagem.
A base da inclusão é a integração total entre os alunos. A escola deve se tornar bilíngue, os colegas têm que aprender Libras, afinal, no futuro, ele vai falar com os surdos inclusos na sociedade. As criançasaprendemrápidas e sem preconceitos, logo ajudam os professores a entender o que os colegas surdos dizem.
A surdez pode ser definida segundo três pontos de vista: ponto de vista médico, educacional ou cultural.
Ponto de vista médico: em termos médicos, a surdez é caracterizada em níveis do ligeiro ao profundo. É também classificada de deficiência auditiva ou hipoacusia. Os tipos de surdez quanto aograu de perda auditiva:
Perda auditiva leve: não tem efeito significativo no desenvolvimento desde que não progrida, geralmente não é necessário o uso de aparelho auditivo.
Perda auditiva moderada: pode interferir no desenvolvimento da fala e linguagem, mas não chega a impedir que o individuo fale.
Perda auditiva severa: interfere no desenvolvimento da fala e linguagem, mascom o uso de aparelho auditivo poderá receber informações utilizando a audição para o desenvolvimento da fala e linguagem.
Perda auditiva profunda: sem intervenção a fala e linguagem dificilmente irão ocorrer.
Ponto de vista educacional: deste ponto de vista, surdez refere-se à incapacidade da criança aprender a falar naturalmente por via auditiva. A criança surda pode aprender a...
tracking img