Libras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2230 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Educação Especial



Os primórdios da Educação Especial pelos finais do século XVIII. Esta época é caracterizada pela ignorância e rejeição do individuo deficiente. Nas sociedades antigas era normal o infanticídio quando se observam anormalidades nas crianças. Durante a Idade Média a Igreja condenou esta pratica, mas por outro lado, acalentaram a idéia de atribuir as causassobrenaturais às anormalidades de que padeciam as pessoas. Considerou-as possuídas pelo demônio e outros espíritos maléficos e submetiam- as pratica de exorcismo.

Nos séculos VXI e XVII os deficientes mentais eram internados em orfanatos, manicômios, prisões e outro tipos de investigações estatais. Para mudar esta situação começaram a surgir as primeiras experiências positivas: o frade Pedro Ponce deLeon (1509-1584) que em meados do século XVI, levou a cabo no Mosteiro de Onã a Educação de 12 crianças surdas com surpreendente êxito ele e reconhecido como iniciador do ensino para surdos e criador do método oral.

No final do século XVIII e inicia se o período da institucionalização especializada de pessoas com deficiências e é a partir então que podemos considerar ter surgido aEducação Especial. Essa Educação acontecia em escolas Dora das povoações, argumentando que o campo lhes proporcionaria uma vida mais saudável e alegre. Desta maneira se tranqüiliza a consciência coletiva, pois estava a proporcionar cuidado e assistência para quem necessitava protegendo deficientes da sociedade sem que esta tivesse de suportar o seu contato.

No Brasil, constatava-se que o paíssempre teve dificuldades na educação de sua população. Da mesma forma em que em tempos anteriores, até o século XIX. Não havia oportunidade de educação para as classes populares, também os deficientes, na maior parte do país eram alijados do sistema educacional. Apesar das dificuldades é preciso considerar que as iniciativas de educação especial começaram ainda na época do Brasil- Colônia. Durante osegundo império em 1854, forma criados no rio de janeiro, o imperial Instituto dos Meninos Cegos, atualmente o Instituto Benjamim Constant, e dois anos depois em 1856, o Instituto dos Surdos, atual I.N.E.S(Instituto Nacional de Educação de Surdos). No final do Império e começo da Republica, havia no país seis instituições que atendiam deficientes físicos auditivos e visuais.

A historiada educação especial no Brasil ganhou outra visão com os trabalhos de Helena Antipoff psicóloga e educadora nascida na Russia, lecionou em Belo Horizonte em 1924 na recém criada Escola de Aperfeiçoamento de Professoras do Estado de Minas Gerais, que tinha finalidade de atualizar as professoras primarias local nos métodos em processo educativo.



Fontes: www.artigonal.com/educacaoConceito de Educação Especial



Educação Especial: é o ramo da Educação, que se ocupa do atendimento e da e da educação de pessoas com deficiência em instituições especializadas, tais como escola para surdos, escola para cegos ou escola para atenderem pessoas com deficiência mental. A educação especial realiza-se fora do sistema regular de ensino.

A educação Especial é uma educaçãoorganizada para atender especifica e exclusivamente alunos com determinadas necessidades especiais. Algumas escolas dedicam-se apenas a um tipo de necessidade, enquanto que outras se dedicam a vazio. O ensino especial tem sido alvos de criticas, por não promover o convívio entre as crianças especiais e as demais crianças. Por outro lado, a escola direcionada para a educação especial conta commateriais e equipamentos e professores especializados. O sistema regular de ensino precisa ser adaptado e pedagogicamente transformado para atender de forma inclusiva.

A Educação Especial denomina tanto uma área de conhecimento quanto uma campo de atuação profissional. De um modo geral, a Educação Especial lida com aqueles fenômenos de ensino e aprendizagem que não tem sido ocupação do...
tracking img