Libras e a enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1172 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário
Introdução 2
Deficiencia auditiva : Conceito e caracterização 3
Contextualizando a língua de sinais 3
Libras 3
Libras é a sigla da Língua Brasileira de Sinais 4
Informações tecnicas 4
Lei Nº. 10.436, de 24 de abril de 2002 5
Assintencia de saúde ao surdo como inclusão social 5
Metodologia-Resultados 6
Conclusão 9
Bibliografia 10

Introdução
Percebe-se que muitosprofissionais da saúde que realizam atendimento a um paciente surdo muitas vezes desconhecem a LIBRAS, língua utilizada pela maioria dos surdos. Nesse sentido, o atendimento acaba por explorar pouco as necessidades dos deficientes auditivos, sejam eles crianças, adolescentes ou adultos. A partir desse estudo espero poder aprender um pouco mais sobre essa linguagem e poder assim aplicar em meuambiente de trabalho, uma vez que, como profissional, devo estar sempre melhorando e aprimorando os meus conhecimentos.

Deficiencia auditiva : Conceito e caracterização
A deficiência auditiva traz muitas limitações para o desenvolvimento do indivíduo. Ela é conceituada pelo Ministério da Educação e Desporto ( MEC/BRASIL, 1994, P.14), como:Perda total ou parcial, congênita ou adquirida, dacapacidade de compreender a fala através do ouvido. Manifesta-se como surdez leve ou moderada, que é a perda de até 70 decibéis e surdez severa ou profunda que é a perda auditiva acima de 70 decibéis.

Surdo: Diferente ou Deficiente?
“O surdos são integrantes de uma comunidade, que se identificam pelo uso de uma língua comum, o deficiente diz respeito exclusivamente a alterações do órgão ou da suafunção.
Graus da perda - Surda: é a pessoa cuja audição esteja prejudicada a ponto de impedir a compreensão da fala, através do ouvido apenas, com ou sem aparelho auditivo. - Deficiência Auditiva: é aquela cuja audição esteja prejudicada a ponto dedificultar mais não impedir, a compreensão da fala através do ouvido apenas com ou sem a prótese auditiva.
Contextualizando a língua de sinais

“A comunicação dos surdos não se desenvolve simplesmente por mera sinalização ou gesticulações mas por meio de uma língua gestual, conhecida como Língua de Sinais.
È considerada natural porque surge “espontaneamente da interação entre pessoas e porque, devidoa sua estrutura, permite a expressão de qualquer conceito e de qualquer significado decorrente da necessidade comunicativa e expressiva do ser humano” (BRITO, 1998).
Libras

“A Língua Brasileira de Sinais foi desenvolvida a partir da Língua de Sinais Francesa, expandindo por várias nações de acordo com as necessidades que vinham surgindo em seu país”.

O que é Libras?
Libras é a sigla daLíngua Brasileira de Sinais
As Línguas de Sinais (LS) são as línguas naturais das comunidades surdas.Ao contrário do que muitos imaginam, as Línguas de Sinais não são simplesmente mímicas e gestos soltos, utilizados pelos surdos para facilitar a comunicação. São línguas com estruturas gramaticais próprias.Atribui-se às Línguas de Sinais o status de língua porque elas também são compostas pelosníveis linguísticos: o fonológico, o morfológico, o sintático e o semântico. O que é denominado de palavra ou item lexical nas línguas oral-auditivas são denominados sinais nas línguas de sinais. O que diferencia as Línguas de Sinais das demais línguas é a sua modalidade visual-espacial. Assim, uma pessoa que entra em contato com uma Língua de Sinais irá aprender uma outra língua, como o Francês,Inglês etc. Os seus usuários podem discutir filosofia ou política e até mesmo produzir poemas e peças teatrais.
Informações tecnicas
*Libras
A LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) tem sua origem na Língua de Sinais Francesa.
As Línguas de Sinais não são universais. Cada país possui a sua própria língua de sinais, que sofre as influências da cultura nacional.
Como qualquer outra língua,...
tracking img