Libras e seus mitos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1203 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Desenvolvimento:

As comunidades surdas, a cada ano que passa, vão ganhando cada vez mais espaço e visibilidade em uma sociedade construída para ouvintes. Mas tudo começou no século XVIII com o abade L’Epée em Paris, França, que resolveu a dar atenção aos pobres e excluídos que abitavam as praças da cidade. Com o passar do tempo, o abade, além de aprender a língua dos surdos, começou aorganizar grupos de estudos entre eles, resultando na criação da primeira Escola Pública para Jovens e Adultos surdos em 1760.
A escola fundada por L’Epée, com aulas ministradas em língua de sinais, deu grande oportunidade para os surdos, que não tinham condições de pagar o ensino especializado da época, para desenvolvimento intelectual e profissional. Tal forma de ensino influenciou as diversasinstituições voltadas para surdos tanto na Europa quanto parte do continente Americano.
Em 1880 ocorreu uma reunião entre mestres da Europa, Canadá e Estados Unidos na Itália a fim de decidir as diretrizes da educação para surdos nos próximos 100 anos, o famoso Congresso de Milão. Com a maioria votante sendo ouvinte, decidiu-se que a partir daquele momento o melhor meio de educação dos surdos seria ooralismo, pela fala ser superior a língua de sinais, que a partir de então teve seu uso vetado. Decisão que causou bastante descontentamento entre a comunidade surda, uma vez viam excelentes resultados nas instituições de ensino ministradas por sinais tanto no campo profissional, humanístico quando no artístico.
Dessa forma ocorreu uma fase isolamento cultual da comunidade surda, dispersando osalunos e os colocando em unidades de ensino de massa e uniformizando a educação. Ação que marginalizou a língua de sinais que a pouco começava a se tornar conhecida entre a sociedade ouvinte. Porém houve grande resistência dos surdos à imposição da língua oral.
A partir da década de 60 houve um despertar cultural das comunidades surdas, retomando a língua de sinais e sua própria cultura após muitoanos de opressão por parte dos ouvintes.
No Brasil não foi diferente. As comunidades surdas também insatisfeitas com as decisões tomadas no Congresso de Milão e observando os péssimos resultados na educação oralista com os surdos fez com que, na década de 1980, surgisse um movimento transnacional, contando com acadêmicos, profissionais na área de surdez e dos próprios surdos a fim de melhorias naescolarização e socialização. Apoiados em pesquisas feitas na área de linguística, foi comprovado que o meio de comunicação melhor utilizado seria através de gestos, fazendo com que o movimento se tornasse mais sério e preciso.
No final da década de 1980, as comunidades surdas lideraram o movimento de oficialização da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS. Movimento que veio colher seus fruto em24 de abril de 2002, quando o então Presidente da República Fernando Henrique Cardoso sancionou a lei 10.436, que faz reconhecer a LIBRAS como comunicação dos surdos.
Deste momento até os dias atuais a LIBRAS se faz mais presente na sociedade, porém sempre houve um preconceito e repúdio da sociedade quanto a aqueles que não se encaixam na igualdade segundo seu conceito. Isso tudo acabasse porgerar mitos entorno do “desconhecido”, no caso a LIBRAS.
Eis alguns mitos que as pessoas levam consigo por falta de informação:
1-LIBRAS é como mimica.
Muitas pessoas pensam que as línguas de sinais são como mímica, isto é, gestos imitativos que tentam reproduzir algumas das propriedades dos objetos a que fazem referência. No entanto, isto não é verdade. Ainda que alguns gestos sejam um tanto ouquanto imitativos, isto não é aplicável a todos os gestos e, o mais importante, não basta imitar o movimento, a forma, ou qualquer outra propriedade de um objeto, para estar falando uma língua de sinais. Como nas línguas orais, os sinais são parte de um código, que, para ser eficaz, tem de ser compartilhado pela comunidade de falantes.
2- A LIBRAS é universal para todos os surdos.
Isto, em...
tracking img