Lgbt

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5075 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário

1.Introdução

2.Origem do Movimento LGBT

2.2História

2.3Brasil

3. Conceitos de Homofobia Lesbofobia e Heterossexismo

3.1 HOMOFOBIA

3.2 Lesbofobia
3.3 HETEROSSEXISMO
4. SEXISMO

4.1 Idéias sexistas bastante populares e quadros relacionados a tais idéias (Brasil)

5. Os Fundamentalistas estão Errados

6. A Experiência da Diferença

6.1Etnocentrismo

6.2 Etno-relativismo

7.Diferentes níveis de progresso ao lidar com a diferença

7.1 Negação:

7.2 Defesa:

7.3 Minimização:

7.4 Aceitação:

7.5 Adaptação:

7.6 Integração:

8. A Parada do orgulho LGBT


8.1 Orgulho gay


8.2 Outras manifestações no Brasil

9. PROJETO DE LEI PLC 122/2006

9.1 A Proposta

10. Datas Marcantes11. Conclusão
12. Referências


































1.Introdução



Neste trabalho falaremos sobre o movimento LGBT (Lésbicas, Gays Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros). Qual foi a sua origem, o que é Homofobia, Lesbofobia e Sexismo.

O que o movimento faz para combater as discriminações, e as legislações voltadas aos direitosdeles.





































2.Origem do Movimento LGBT

O movimento de luta contra a discriminação e de defesa dos direitos das populações LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgéneros), tal como o conhecemos (com pessoas de todos as áreas da sociedade a organizarem-se e com marchas reivindicativas e celebrativas) começou em 1970, aquando damarcha que assinalou o primeiro aniversário dos .

Na noite de 28 de Junho de 1969 uma rusga habitual no Stonewall Inn, um bargay – que, por sê-lo, era alvo frequente de acções policiais em que o comportamento dos agentes era sempre verbalmente agressivo – não acabou como as outras. Uma mulher resistiu à detenção e as cerca de duzentas pessoas que esperavam à porta do Stonewall (o bar haviasido esvaziado pela polícia) responderam a um grito de denúncia de «violência policial!» atirando garrafas, pedras e moedas contra os agentes. Como era sábado à noite e o Stonewall Inn ficava em Greenwich Village, uma zona de Nova Iorque que corresponde ao Bairro Alto enquanto zona de vida nocturna, rapidamente duplicou o número de pessoas envolvidas no protesto.

Os agentes da políciarefugiaram-se no bar, barricando-se, e só não houve tiroteio porque no momento em que um dos agentes ia disparar através de uma janela se ouviram as sirenes dos carros da polícia que traziam reforços para tentar controlar os protestos.

Nas três noites seguintes houve mais manifestações na Christopher Street, a rua onde ficava o Stonewall Inn (que, apesar de ter ficado destruído, foi limpo e arrumado eabriu novamente na noite de 29 de Junho), tendo essas noites ficado na memória das pessoas.

Os motins da Christopher Street não foram, contudo, os primeiros protestos e gestos de desobediência civil. Já em 1961 tinha havido um protesto à porta de esquadra que durou um par de dias. A multidão exigia a libertação de dois detidos (durante uma rusga num bar gay ) e ameçava invadir a esquadra se apolícia não conseguisse provar que os detidos se encontravam bem.

Antes desta altura as únicas acções levadas a cabo em defesa dos direitos dos gays e das lésbicas (na altura ainda não existia consciência de que muitos dos problemas que afectam bissexuais e transgenders são comuns aos dos gays e das lésbica) eram acções de organizações conservadoras, que defendiam uma imitação acrítica dos modelosheterossexistas patriarcais. Nos EUA a mais famosa foi a Matachine Society e na Europa foi a francesa Arcadie (esta mais virada para o meio académico e artístico que para o público e a classe política).

Entre 1850 e 1933 houve também um importante movimento, na Europa central, de luta contra a criminalização dos actos sexuais entre pessoas do mesmo sexo e do travestismo. O país onde o...
tracking img