Letras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4820 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O ENSINO DE GRAMÁTICA NUMA ABORDAGEM REFLEXIVA
 

 
Paulo Marçal MESCKA
Claudia Brígida Balen KUNZE
 
 
RESUMO
Em este artigo objetiva-se apresentar uma nova concepção acerca do ensino de gramática. Há muito tempo o ensino de gramática resume-se à prática de exercícios estanques que abordam apenas regras e conceitos. Esta afirmação pode ser confirmada quando se observa o caráterprimordialmente prescritivo que continua presente nas aulas de Língua Portuguesa. A maioria dos professores não utiliza uma metodologia adequada, pois tem internalizado que a gramática é uma lei imutável, não considerando as demais acepções sobre o termo. Não obstante, esta forma de ensino contribui para o crescimento das desigualdades sociais, pois a maioria das pessoas, mesmo depois de vários anosfrequentando a escola, não emprega corretamente as normas gramaticais em seu dia a dia, o que lhes acarreta dificuldades comunicativas e sociais. Para muitos linguistas, esta prática precisa mudar, uma vez que as aulas de língua materna devem proporcionar deleite aos alunos, pois tudo o que nos rodeia está relacionado ao uso efetivo da linguagem em situações reais. Nesse sentido, através da análise devárias concepções gramaticais, busca-se congregar ideias sobre uma proposta de ensino defendida por vários linguistas, cuja metodologia apresenta-se de acordo com os interesses dos educandos, possibilitando um melhor entendimento acerca do assunto.
 
Palavras-chave: Gramática... Ensino...Dificuldades...
 
  
CONSIDERAÇÕES INICIAIS
 
Os seres humanos distinguem-se dos outros animais porfazerem uso da linguagem. Numa visão mais ampla, pode-se inferir que a linguagem, embora concebida de maneira fascicular, ou seja, entendida sob vários aspectos, não deixa de ser um conjunto dessas mesmas acepções. Assim, denominando-a como expressão do pensamento, instrumento de comunicação ou processo de interação, seu objetivo é contribuir para estabelecer elos comunicativos entre interlocutores.Para isso, os usuários de uma língua expressam-se por meio de textos, orais ou escritos e, essa atividade requer escolhas gramaticais adequadas para sua composição, uma vez que devem ser pertinentes ao que se deseja enunciar. No entanto, exercemos esta tarefa sem nos darmos conta de que a fazemos, uma vez que isso faz parte de nossas vidas desde que aprendemos a falar.
As crianças aprendemfacilmente a combinar vocábulos e a transformá-los em enunciados. Na sequência de seu desenvolvimento, estão aptas a expressar orações e, logicamente, textos orais. Fazem isso com tal comunicabilidade que buscamos incentivá-las a cada progresso. O resultado é que, em pouco tempo, sabem elaborar enunciados criativos, coerentes, coesivos e, principalmente, persuasivos. “Considera-se, em geral, a criançapor volta de 4 a 6 anos como um ‘adulto linguístico’, isto é, como alguém que já interiorizou praticamente as estruturas essenciais de sua língua” (REHFELDT, 1981, p. 91).
Nesse sentido, o papel da escola quanto ao ensino de língua materna deve ser o de aperfeiçoar esses elementos interiorizados. De acordo com Travaglia; Araújo e Alvim Pinto (1986, p. 37) “ao contrário do ensino de línguaestrangeira em que o aluno nada sabe ao iniciar o curso, no ensino de língua materna o aluno já possui uma bagagem básica em termos de estruturas e léxico”. Contudo, a entrada dessas crianças na vida escolar promove um recuo dessa habilidade. O que, à primeira vista, deveria transformar-se na busca pelo aprimoramento da comunicação, acaba por provocar medo e ansiedade nas aulas de Língua Portuguesa.Essa situação estabelece uma falsa relação dialógica entre alunos e educadores, uma vez que estes fingem que ensinam e aqueles se comportam como se entendessem o conteúdo, todavia os resultados pragmáticos são negativos. Para os referidos autores “a escola tem procurado transmitir ao aluno, dentro do ensino de língua materna, uma variante culta que entra em choque com a variante de língua que o...
tracking img