Ler-dort

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 36 (8850 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO

As LER/DORT são um grupo de lesões que constituem doença ocupacional ou atividades laborativas diárias. Essas alterações têm como característica as dores, que acometem tendões, músculos, nervos, ligamentos e outras estruturas responsáveis pelos movimentos dos membros superiores, costas, região do pescoço, ombros e membros inferiores.
No Brasil, as LER/DORT, foramprimeiramente descritas como Tenossinovite ocupacional. Foram apresentados, no XII Congresso Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho - 1973, casos de Tenossinovite ocupacional em lavadeiras, limpadoras e engomadeiras, recomendando-se que fossem observadas pausas de trabalho daqueles que operavam intensamente com as mãos.
O alto número de casos de LER/DORT tem sido explicado portransformações do trabalho e das empresas, onde a organização tem se caracterizado pelo estabelecimento de metas e produtividade, considerando suas necessidades, particularmente de qualidade dos produtos e serviços e aumento da competitividade de mercado, sem levar em conta os trabalhadores e seus limites físicos e psicossociais. Exige-se adequação dos trabalhadores às características organizacionais dasempresas, pautadas pela intensificação do trabalho, aumento real das jornadas, prescrição rígida de procedimentos, impossibilitando manifestações de criatividade e flexibilidade. Às exigências psicossociais não compatíveis com características humanas, nas áreas operacionais e executivas adiciona-se o aspecto físico-motor, com alta demanda de movimentos repetitivos, ausência e impossibilidade depausas espontâneas, necessidade de permanência em determinadas posições por tempo prolongado, atenção para não errar e submissão a monitoramento de cada etapa dos procedimentos, além de mobiliário, equipamentos e instrumentos que não propiciam conforto (BRASIL, 2006).
Dentre essas patologias, a Tenossinovite de De Quervain, é uma que merece atenção em nosso trabalho, pois acomete váriosindivíduos.
De acordo com Wetterkamp et al. (1997), a Tenossinovite de De Quervain foi descrita, pela primeira vez, em 1895.
Essa doença decorre da inflamação dos tendões que passam pelo punho no lado do polegar. Com sobrecarga excessiva dessa articulação, poderá ocorrer a inflamação desses tendões, consequentemente a bainha sinovial dificultando o movimento do polegar e do punho,principalmente quando for pegar algum objeto ou rodar o punho. Em geral as pessoas que trabalham em escritório arquivando documentos, digitando ou escrevendo a mão, em que há uso constante do polegar em direção ao dedo mínimo são as mais propensas a apresentar essa doença (SAÚDE EM MOVIMENTO, 2009).
Para o tratamento, tanto pré quanto pós-operatório, a Fisioterapia é um recurso frequentementeindicado. É um método usado pelos fisioterapeutas para atuar em diversas áreas da saúde com o intuito de melhorar a vida das pessoas na promoção de qualidade de vida, na prevenção, manutenção psicofisicosocial, assim como no tratamento.

1.1 Objetivos

Geral: Especificar o tratamento cinesioterapêutico na Tenossinovite de De Quervain no alívio do quadro álgico, através da revisão deliteratura.
Específicos:
• Identificar as causas das doenças nos colaboradores;
• Citar os tratamentos que poderão ser aplicados;
• Relatar condutas que preconizam a melhora, pra que ele retorne as suas atividades.

1.2 Justificativa

A abordagem do tema é relevante devido a Tenossinovite de De Quervain estar presente ainda de forma não muito conhecida nas empresas. A área depesquisa de campo na fisioterapia ainda é pouco explorada, na patologia que acomete os trabalhadores, onde há movimentos rápidos e contínuos, o uso das mãos e do punho em suas atividades cotidianas.
Os trabalhadores que buscam por melhores condições de trabalho vêm se adaptando aos problemas ergonômicos. Superando obstáculos de posição e esforço inadequados para serem competitivo no...
tracking img