lepidoptera

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3201 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

Os insetos formam o maior grupo de seres viventes no ambiente terrestre, sendo encontrados em praticamente todos os ambientes, até mesmo em locais adversos, possuindo uma rápida capacidade de reprodução.
A ordem Lepidoptera é formada por borboletas e mariposas, sendo que as borboletas possuem hábitos diurnos e as mariposas em sua maioria possuem hábitos noturnos, mas comalgumas poucas espécies diurnas.
Existem espécies de borboletas que são crepusculares, voando nas primeiras horas da manhã ou no final da tarde, mas a maioria é ativa no meio do dia (FREITAS et al,. 2003).
As borboletas são de desenvolvimento holometabólico e possuem quatro estádios bem definidos, ou seja, ovo, lagarta, pupa e adulto. Os adultos podem ser divididos em dois grupos: os que sealimentam de néctar das flores e os que se alimentam de frutas fermentadas.
Cerca de dois terços das borboletas brasileiras estão representados por espécies de região de Mata Atlântica, onde muitas espécies são raras e de difícil amostragem (BROWN, 1996).
A floresta estacional semidecidual, fisionomia vegetal do domínio de Mata Atlântica que cobria a região norte do Paraná, sofreu intenso processo defragmentação, criando uma paisagem de remanescentes florestais com pouca ou sem conexões (TOREZAN, 2002).
Os fragmentos distribuídos na zona rural dos municípios são raramente estudados, muitos podem desaparecer, sem sequer ter a fauna e a flora reconhecida (PEREIRA; TEIXEIRA, 2007).
Conhecer a flora e a fauna de fragmentos distribuídos na zona rural e na zona urbana, de diferentes tamanhose estágio de conservação, auxiliam na caracterização do ambiente (OLIVEIRA et al, 2007).
Devido à escassez de informações das espécies de borboletas da região norte do Paraná, principalmente em pequenos fragmentos isolados, o presente trabalho objetivou fazer um levantamento das espécies encontradas em um pequeno fragmento de Mata Atlântica, onde de um lado esta localizada uma cidade, sendo umambiente caracterizado pela ação antrópica e do outro lado encontramos uma monocultura, sendo este ambiente caracterizado como rural. A comparação entre estes dois ambientes pode trazer informações importantes sobre as espécies que se associam a estes meios especificamente ou que podem ocorrer tanto no meio rural quanto no urbano.













2. REVISÃO DE LITERATURA

Os insetosformam o maior grupo de seres vivos da face da terra, somando aproximadamente 960.000 espécies descritas (TOWNSEND et al., 2006).
Apesar de serem pequenos, possuem uma espantosa capacidade de reprodução e adaptação a lugares adversos (RUPPERT et al., 2005).
Possuem uma maior sensibilidade e rapidez para responder às mudanças do meio, constituindo uma ferramenta para estudos de conservação.(SPECHT; CORSEUIL, 2002).
Os lepidopteros possuem 146.277 espécies descritas e estima-se que no mundo existam cerca de 255.000 espécies, e deste total 13% são borboletas e 87% são mariposas (HEPPNER, 1991). Recentemente Lamas (2008) elevou para 180.000 espécies descritas.
No Brasil ocorrem aproximadamente 71famílias de lepidópteros, englobando mais de 26.000 espécies descritas, metade conhecidasna região neotropical, sendo que cerca de 3.280 são borboletas (BECCALONI; GASTON, 1995), que caracterizam-se por apresentar antenas claviformes, corpo pequeno e hábitos predominantemente diurnos (TRIPLEHORN; JOHNSON, 2005).
O grupo Rhopalocera inclui as borboletas, que são representadas por seis famílias: Hesperiidae, Lycaenidae, Nymphalidae, Papilionidae, Pieridae e Riodinidae que formam umgrupo dentre os lepidópteros (BROWN JR. et al., 1999).
O ciclo de vida dos lepidópteros ocorre por quatro formas bem definidas: ovo, lagarta, pupa e adulto (RAIMUNDO et al., 2003).
Na fase larval, em geral, são mastigadores de material vegetal e na fase adulta sugadores de líquido (BROWN JR.; FREITAS, 1999).
As borboletas tropicais são divididas em dois grandes grupos: nectarívoras e...