Lendas urbanas/ fantasmas de borley

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1342 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Próximo a costa leste inglesa, encontra-se a pequena paróquia de Borley, num lugar sombrio e pouco povoado, ideal para o surgimento de um dos mais controvertidos e bem documentados casos de assombração dos tempos modernos: acontecimentos estranhos numa mansão vitoriana, que passou a ser chamada de "A Casa Mais Assombrada da Inglaterra". A fama de Borley deve-se em grande parte ao pesquisadorHarry Price, fundador do Laboratório Nacional de Pesquisas Psíquicas e o mais famoso caçador de fantasmas de sua época. Por volta de 1929, Price começou a se interessar pela casa, onde desde sua construção, em 1863, os habitantes eram assombrados por fantasmas e ruídos assustadores. A visão de um homem sem cabeça e uma moça de branco, o barulho de uma carruagem fantasmagórica fora da casa, passosarrastados e batidas em seu interior, a figura de uma freira vagando inquieta pela casa e pelo jardim, cabisbaixa e com semblante de tristeza, faziam parte destas visões que tanto assustavam os pastores da igreja local que ali habitavam. Para explicar isso tudo havia uma história: dizia-se que o local de construção da casa fora ocupado, no passado, por um mosteiro ladeado por um convento, e que noséculo XIII um monge e uma bela noviça haviam sido apanhados quando tentavam fugir para casar-se. A punição dos dois foi drástica e cruel, ele condenado a forca e ela, emparedada viva no convento. Mas nada disso seria motivo suficiente para impressionar um pesquisador experiente como Price, uma vez que essas explicações, principalmente envolvendo monges e freiras em histórias de fantasmas, fazem partede inúmeras lendas inglesas sobre fantasmas. Mas a complexidade do caso Borley era muito maior do que uma breve análise poderia fazer supor. O interesse de Price pela casa ocorreu ao mesmo tempo que um poltergeist começou a se manifestar com grande intensidade (objetos voavam pelo ar, sinos tocavam, luzes acendiam sozinhas). Esses fenômenos ganharam mais força ainda quando, em 1930, o reverendoLionel Foyster e sua jovem esposa se mudaram para o local. Um novo fenômeno, esse qualificado como único nos registros de paranormalidade de Price, começou a ocorrer: misteriosas mensagens escritas começaram a aparecer nas paredes e em pedaços de papel espalhados pela habitação. No ano de 1937, quando a casa já havia sido abandonada como residência paroquial, Price a alugou e realizou um rodízio deobservadores que durante um ano registraram os fenômenos. Com esse material Price escreveu dois livros muito populares, deu inúmeras palestras e entrevistas em rádios tornando Borley extremamente famosa. Toda essa fama atraiu para a casa pesquisadores rivais, que durante anos debateram o assunto, questionando tanto as técnicas empregadas quanto a veracidade dos fenômenos apresentados (uma dasprincipais críticas estava no fato de os observadores serem todos amadores, recrutados a partir de anúncios de jornais). Muitos chegaram a sugerir que alguns dos fenômenos eram forjados pelo próprio Price, mas este, revirando o passado histórico do local acabou descobrindo indícios de uma tragédia que poderia explicar as manifestações e, para muitos confirmou a autenticidade das manifestações. Semincomodar-se com as histórias de fantasmas que pairavam sobre o local, o reverendo Henry Dawson Ellis Bull, que tornou-se pastor da igreja de Borley em 1862, construiu seu lar na casa paroquial, onde já estivera situado o antigo solar da família Waldegrave e um monastério. Ao longo dos anos, sucessivas aparições e ruídos atormentaram os empregados da casa e as filhas do reverendo, este, juntamentecom seu filho Harry, pareciam ser os únicos a não se incomodar e até mesmo acharem divertidos os fenômenos (foi construído um quiosque para poderem observar os passeios do espectro da freira ao entardecer). O reverendo faleceu em 1892, passando a função para Harry que continuou na casa até sua morte em 1927. Seu sucessor foi Guy Smith, que só permaneceu durante um ano no local, aparentemente...
tracking img