Leitura dirigida

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (745 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Atividade Desenvolvimento da Atividade
Referência Bibliográfica FOUCAULT, Michel. A ordem do Discurso. São Paulo: Edições Loyola, 1996.
Páginas que foram lidas (pp. 21-60)

Principais ideias dotexto Foucault esclarece que existem diversos procedimentos de repressão do discurso. Inicialmente, o autor apresenta que todo discurso é controlado pela interdição a qual é vista como um recurso quelimita a enunciação do discurso, ou seja, existem tabus para o discurso, tendo em vista que não tudo que pode ser dito por qualquer pessoa, em qualquer lugar ou circunstância. Segundo Foucault, apolítica e a sexualidade seriam os dois principais tabus presentes na sociedade e revela ainda, que os discursos são marcados pela busca de desejo e de poder, pela luta do controle daquilo que enunciam.Outro elemento que Foucault aborda é a exclusão e a rejeição e para explicar traz à tona a oposição entre razão e loucura. A exclusão é bem explicada a partir do discurso do louco cujo discurso asociedade não compreende, e é considerado nulo porque não atende às exigências sociais. Assim, temos a segregação da loucura, já que a sociedade não admite esse discurso como verdadeiro ou não tem interesseem ouvi-lo, pois não era visto como uma palavra de verdade e, portanto, não tem validade. É nesse contexto que Foucault promove uma discussão sobre o fato de que os discursos sofrem influências deregras sociais, institucionais e detentoras de saber que, por sua vez, garantem aos discursos, o poder de ser aceito como verdadeiro.

Citações literais do texto “os discursos que “se dizem” no correrdos dias e das trocas, e que passam com o ato mesmo que os pronunciou” (pág. 22).

“e os discursos que estão na origem de certo número de atos novos de fala que os retomam, os transformam ou falamdeles, ou seja, os discursos que, indefinidamente, para além de sua formulação, são ditos, permanecem ditos e estão ainda por dizer” (pág. 22).

“O comentário limitava o acaso do discurso pelo...
tracking img