Lei dos nós

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (483 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
☼ RELATÓRIO

LEIS DE FIRCHHOFF – PARTE II - LEI DOS NÓS

1. INTRODUÇÃO

1. TEORIA

A Lei de Kirchhoff das Correntes (LKC) ou Lei dos Nós, estabelece que é nulo o somatório dascorrentes incidentes em qualquer nó de um circuito elétrico.

Figura (a), (b) e (c): Lei de Kirchhoff das Correntes.

Um nó é um ponto de união entre dois ou mais componentes de um circuito, ouentre um componente e a massa. Nos circuitos representados acima existem os seguintes nós: na figura (b): nós a, b, c e o nó da massa; e na figura (c): nós a, b, c e d. A aplicação da LKC ao nó b docircuito da figura (c) conduz à igualdade:

ou então,

Esta última relação indica que em qualquer nó de um circuito são idênticos os somatórios das correntes incidentes e divergentes.2. OBJETIVO
O objetivo desta experiência é medir a diferença de potencial e a corrente que percorre o circuito sobre cada resistor.

3. MATERIAL UTILIZADO

• Painel com plugs paraconexão de circuitos (bancada);
• Resistores e cabos de ligações;
• Miliamperímetro DC;
• Fonte de tensão DC;
• Multímetro digital;

4. PROCEDIMENTO EXPERIMENTALMontou-se o circuito da figura 1 abaixo, primeiramente com três resistências iguais. Calcularam-se as correntes I, I1, I2 e I3. Os pontos indicados no circuito (a, b, c, d) são as posições ondedeve ser intercalado o amperímetro para medir as correntes indicadas.
A figura 2 mostra como fazer estas ligações usando a prancheta com bornes de ligação.
Em seguida, mediu-se a correnteI, e as correntes sobre cada resistor I1, I2 e I3. Anotaram-se os valores obtidos na tabela-I.
Mediu-se a tensão V que atua sobre cada resistor e anotaram-se os valores obtidos numa tabela.Por fim, repetiu-se este mesmo procedimento para três resistores de valores diferentes.

Figura 1:

Figura 2:

5. TABELAS

Tabela I – Valores Medidos da Tensão...
tracking img