Lei de ohm

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (299 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Antes de iniciarmos nossa passagem pela a vida de Georg Simon Ohm, olhe bem essa foto. Você deve estar se perguntando: "O que isso tem a ver com o Ohm?" ou "É física ou futebolamericano?". Mas não se engane, essa imagem é uma ótima analogia para o que Georg Simon chamou de resistência elétrica.
A resistência é - de maneira geral - uma grandeza que expressa acapacidade que determinado material possui contra a passagem da corrente elétrica. Certamente, os moços que estão exercendo resistência terão a capacidade de impedir a passagem do adversário,no entanto, se hipoteticamente fosse o inverso, provavelmente pelo menos um jogador conseguiria passar. Na física, de modo semelhante isso acontece, a resistência limita a passagem dacorrente, não necessariamente impede a passagem da corrente em sua totalidade. No entanto, restringir o conceito de resistência a somente oposição à passagem da corrente não é o adequado,porquanto a resistência pode variar também de acordo com o número de portadores de carga contidos no material, ou seja, quanto maior o número de portadores de cargas, melhor serárealizada a passagem da corrente e, portanto, menor será a resistência. Os usufruidores de cargas podem ser comparados com bolas de gude que, em maior quantidade, fluem melhor numa ladeira,por exemplo. Semelhantemente é a corrente, se houveram mais portadores de cargas, sua fluidez será facilitada.
Em experimentos laboratoriais, Georg Simon analisou o processo de oposição àcorrente num circuito elétrico e enunciou duas leis que conseguem mensurar o grau de resistência elétrica de um material num circuito elétrico. Tais leis são a Primeira Lei de Ohm e aSegunda Lei de Ohm. A primeira propicia a cálculo do grau de resistência num circuito elétrico e a posterior supre a questão da especificidade de cada material exercedor de resistência.
tracking img