Lei de newton

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1129 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FÍSICA EXPERIMENTAL I
SEGUNDA LEI DE NEWTON

1 ª PARTE: Relação entre Força Resultante e Aceleração

1. Montar o equipamento igual ao MRUV (esquema ao lado). No cronômetro escolher a função F2.
2. Com uma balança medir a massa do carrinho (Mc).
Acrescentar nos pinos do carrinho 2 massas de 20g e 2 massas de 10g totalizando Ma = 60 g.
3. Suspender no suporte de massas aferidas (9g) 1 massa de20g, o que dará uma força aceleradora de: FR= P = Ms.g, sendo Ms a Massa suspensa. (g = aceleração gravitacional do local)
4. Determine MT a massa total do sistema:
MT = Ma + Ms + Mc
(permanecerá constante durante toda a experiência).
5. Com um cabo apropriado conectar a chave liga-desliga (START) ao cronômetro.
6. Ligar o eletroímã à fonte de tensão variável deixando em série a chaveliga-desliga.
7. Fixar o carrinho no eletroímã e ajustar a tensão aplicada ao eletroímã para que o carrinho
não fique muito fixo.
8. Posicionar o S2 até obter um deslocamento ∆X=O,300m. Este deslocamento deve ser medido entre o pino central do carrinho e o centro S2 (STOP).
9. Zerar o cronômetro e desligar o eletroímã liberando o carrinho.
10. Anotar na tabela abaixo o intervalo de tempo registradono cronômetro, repetindo três
vezes este procedimento e calcular o tempo médio tm.

∆X (m) | MT (kg) | FR(N) | t1 (s) | t2(s) | t3 (s) | tm (s) | a(m/s2) | FR/a (kg) |
| | | | | | | | |
| | | | | | | | |
| | | | | | | | |
| | | | | | | | |

11. Transferir uma massa de 10g do carrinho para o suporte de massas aferidas. Assim a força aceleradora ficaráigual a:
Força resultante FR = Ms.g
12. Repetir o procedimento sempre transferindo massa do carrinho para o suporte para massas aferidas até completar a tabela.
13. Considerando uma tolerância de erro de 5%, pode-se afirmar que a segunda coluna (massa total do sistema) é igual a ultima coluna F/a?
14. Construir o qráfico FR=f(a) (força resultante em função da aceleração). Qual é a forma dográfico?
15. O gráfico mostra que força resultante e aceleração são diretamente ou inversamente proporcionais?
16. Determinar os coeficientes angular e linear do gráfico FR=f(a).
17. Qual é o significado físico do coeficiente angular deste gráfico?
18. Qual é a relação de proporcionalidade entre a força (FR) e a aceleração (a)?
19. Enuncie a 2a Lei de Newton, com suas palavras, tendo como base asconclusões tiradas
deste experimento.

2ª PARTE: Relação entre Aceleração e Massa

1. Montar o equipamento igual à montagem inicial da 1ª parte. No cronômetro escolher a função F2.
2. Com uma balança medir a massa do carrinho Mc.
3. Colocar no suporte para massas aferidas (9g) 2 massas de 20g, o que resultará em força
aceleradora de FR = P=Ms.g
4. Determine a massa total do sistema igual asoma de (Mc+Ms)kg. Determine a força resultante FR (constante)
5. Com um cabo apropriado conectar a chave liga-desliga (START) ao cronômetro.
6. Posicionar o S2 até obter um ∆X=0,300m. Este deslocamento deve ser medido entre o pino
central do carrinho e o centro S2 (STOP).
7. Fixar o carrinho no eletroímã e ajustar a tensão aplicada ao eletroímã para que o carrinho não fique muito fixo.
8.Zerar o cronômetro e desligar o eletroímã, liberando o carrinho, anotar na tabela a seguir o intervalo de tempo registrado no cronômetro.
9. Acrescentar Ma =20g ao carrinho (10g de cada lado) e repetir o procedimento.
Determine a nova massa total MT = Ms + Mc + Ma (preencher esse valor na 2ª linha da tabela)
10. Desligar o eletroímã, liberando o carrinho, anotar na tabela a seguir o intervalo detempo
registrado no cronômetro.
11. Calcular a aceleração para cada um dos tempos médios obtidos, utilizando a mesma
fórmula usada na primeira parte e preencher a tabela que segue.
Notar que a massa suspensa faz parte da massa acrescentada ao sistema. Assim, na
primeira linha, teremos massa acrescentada Ma=49g· (permanecerá constante durante
toda a experiência).
12. Completar a tabela...
tracking img