Lei de hook

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1394 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

1 - Introdução
2 - Objetivo
3 - Materiais utilizados
4 - Procedimentos experimentais
5 - Resultados dos experimentos (Tabela)
6 - Cálculos dos pesos
7 - Cálculos das constantes (K)
8 - Dificuldades encontradas

9 - Discussões dos Resultados e Conclusões

10 - Referências bibliográficas














Lei de Hooke

1-Introdução

Existe uma grande variedadede forças de interação, e que a caracterização de tais forças é um trabalho de caráter puramente experimental. Entre as forças de interação que figuram mais frequentemente nos processos que se desenvolvem ao nosso redor figuram as chamadas forças elásticas, isto é, forças que são exercidas por sistemas elásticos quando sofrem deformações. E usualmente existe uma Lei que explica e auxilia essesistema de mola, também conhecida como MHS( Movimento Harmônico Simples). Em 1660 o físico inglês R. Hooke (1635-1703), observando o comportamento mecânico de uma mola, descobriu que as deformações elásticas obedecem a uma lei muito simples. Hooke descobriu que quanto maior fosse o peso de um corpo suspenso a uma das extremidades de uma mola (cuja outra extremidade era presa a um suporte fixo) maiorera a deformação (no caso: aumento de comprimento) sofrida pela mola. Analisando outros sistemas elásticos, Hooke verificou que existia sempre proporcionalidade entre força deformante e deformação elástica produzida. Pôde então enunciar o resultado das suas observações sob forma de uma lei geral. Tal lei, que é conhecida atualmente como lei de Hooke, e que foi publicada por Hooke em 1676, e aseguinte: As forças deformantes são proporcionais às deformações elásticas produzidas. Por exemplo: no caso inicialmente considerado por Hooke – deformação elástica sofrida por uma mola - a deformação era caracterizada pela variação DL do comprimento da mola, sob a ação de uma força ∆Fr ; e Hooke observou que era
I ∆F I ∞ I ∆x I ;
Relação de proporcionalidade esta que pode sertransformada numa igualdade se introduzirmos um fator de proporcionalidade conveniente. Representando-se tal fator pela letra k, a lei de Hooke permite escrever que;
I ∆F I = k I ∆x I , ou seja F = K×X
O fator k, que é característico da mola considerada, é usualmente denominado constante da mola.




2-Objetivo
O objetivo deste experimento é o estudo de forças que dependem daposição, sendo a força exercida por uma mola, um caso típico. Este tipo de força é conservativa e não constante. Para tanto, o experimento visa determinar as constantes elásticas de molas associadas em série e em paralelo (veja figura 1), usando o método estático.
Associação de Molas
[pic]
FIGURA 1
3-Materiais utilizados
Neste experimento foram utilizados, um suporte universal para segurar osistema, uma régua milimetrada de 400 mm para medição da oscilação da mola, um suporte para as molas, 5 massas de 50g cada, com ganchos, trena, um papel milimetrado para apresentação de gráficos e 2 molas.(Segue abaixo, figura 2, um exemplo da descrição);
FIGURA 2
[pic]
Exemplo do sistema montado para experimento da LEI DE HOOKE.



O experimento foi realizado utilizando o sistema demola simples, em série e em paralelo, respectivamente;

[pic]

[pic]


| | |
| ||
| | |


4-Procedimento experimental:

Foi ajustada a mola, modelo simples como na figura acima, no suporte universal, colocando o corpo de 50g na ponta e obtendo uma altura x, depois com dois corpos, de 50g cada, obtendo...
tracking img