Legalização da maconha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4706 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
-------------------------------------------------
Efeitos da maconha à saúde
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Maconha.
Dentre a relação da maconha e a saúde humana, há vários efeitos positivos e negativos que podem variar de acordo com a condição psicológica de cada usuário e o uso ou abuso da droga. No entanto, os pesquisadores, divergem de opinião sobre sua nocividade e utilizaçãomedicinal[1] Mas no entanto seu uso é desnecessário, pois existem vários remédios para esses problemas e que não causam seus malefícios.

O tetrahidrocanabinol (THC) é o principal responsável pelos efeitos psíquicos da droga no organismo, sendo bastante lipossolúvel. Metabolizado no fígado, é biotransformada em um metabólito mais potente que o THC.[2]
Índice  [esconder]  * 1 Efeitosfisiológicos típicos * 1.1 Positivos * 1.2 Negativos * 1.3 Variantes * 2 Ação da Cannabis sativa e Cannabis indica no sistema nervoso central * 2.1 Efeitos a curto prazo * 2.2 Sistema límbico e circuito de recompensa cerebral * 2.3 Gravidez * 2.4 Dependência * 2.5 Overdose * 2.6 Impacto na memória de curto prazo * 2.7 Danos cerebrais * 2.8 Sistemareprodutor * 3 Forma de uso * 4 Problemas respiratórios * 4.1 Risco de câncer no pulmão * 5 Referências |
-------------------------------------------------
[editar]Efeitos fisiológicos típicos
[editar]Positivos
A Maconha é um remédio leve e de toxicidade aguda baixa. Há relatos de sucesso no tratamento de depressão e insônia, casos em que os remédios disponíveis no mercado, emborasejam mais eficientes, são também bem mais agressivos e têm maior potencial de dependência.[3] Alguns efeitos podem incluir, euforia leve, sensação de bem-estar, relaxamento e redução de estresse, letargia, introspecção[carece de fontes], aumento da percepção sensorial tátil, aumento da libido.[carece de fontes]
Pesquisas recentes, comprovam que o THC, principal componente psicoativo da Cannabis,destrói células cancerígenas, o THC induz as células cancerígenas a produzirem uma substância gordurosa chamada "ceramida", a qual faz com que a célula cancerosa "devore a si mesma"; um grande passo para a cura definitiva do Câncer. Além desta magnífica descoberta, outro experimento atestou que o vírus SIV, variante do HIV em macacos, teve seu avanço freado, sua carga viral e replicação reduzidas,a provável tão esperada cura da AIDS, no entanto, empecilhos legais em diversas áreas do mundo, travam o progresso da humanidade terrestre.[4][5]
Incluem-se, em uso medicinal, a redução da pressão intraocular[carece de fontes], aumento de apetite e efeito antiemético, tratamento da esclerose amiotrófica e trauma raquimedular[carece de fontes], bem como qualquer enfermidade onde haja uma dorcrônica.[carece de fontes]
Dois psiquiatras brasileiros, Dartiu Xavier e Eliseu Labigalini, fizeram uma experiência interessante. Incentivaram dependentes de crack a fumar maconha no processo de largar o vício. Resultado: 68% deles abandonaram o crack e, depois, pararam espontaneamente com a maconha, um índice altíssimo. Segundo eles, a maconha é um remédio feito sob medida para combater a dependênciade crack e cocaína, porque estimula o apetite e combate a ansiedade, dois problemas sérios para cocainômanos. Dartiu e Eliseu pretendem continuar as pesquisas, mas estão com problemas para conseguir financiamento - dificilmente um órgão público investirá num trabalho que aposte nos benefícios da maconha.[6]
[editar]Negativos

Muitas pessoas tem seu primeiro surto psicótico após o uso demaconha.[7] Usuários de maconha tem duas vezes mais chance de desenvolvem psicose, sendo o risco maior quanto maior a dose e o tempo de uso.[8]
Alguns dos problemas de saúde associados com o uso de maconha são:
* Psicoses (como esquizofrenia);[9]
* Surto psicótico;[10]
* Problemas de memória;[11]
* Problemas de aprendizado;[12]
* Morte de grande quantidade de neurônios; [13]...
tracking img