Legado das olimpiadas e da copa do mundo de 2016

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1916 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
  A realização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil tem sido motivo de grande polêmica na sociedade. De um lado há os que são a favor do empreendimento, apostando em grandes investimentos em infraestrutura e desenvolvimento interno. Já outros desacreditam os projetos do governo e dizem que o evento trará grandes gastos público, e que o montante deveria ser investido em setores mais carentes, comosaúde e educação.
    Em 02 de outubro de 2009, a festa brasileira em Copenhagen, diante do anúncio da cidade do Rio de Janeiro como anfitriã dos Jogos Olímpicos de 2016, sintetizou o consenso estabelecido entre os grupos hegemônicos no Brasil em torno da tentativa de inserir a cidade no circuito mundial de produção do espetáculo esportivo. A ênfase conferida à candidatura carioca não se trata defato isolado. A disputa por megaeventos tem se tornado cada vez mais acirrada no mundo contemporâneo onde, a partir de um diagnóstico de inexorabilidade da globalização, uma agenda determinada pela lógica do mercado tem dominado as teorias e as práticas do planejamento de cidades.
    Na condição de sede dos Jogos Olímpicos de 2016 a cidade do Rio de Janeiro está no centro da produção global doespetáculo esportivo. A utilização dos megaeventos como elemento catalisador da transformação urbana e alavanca para o desenvolvimento econômico, tem sido o principal argumento para que cidades se lancem numa acirrada disputa pelo direito de sediá-los.

Introdução
Um sonho que se tornou realidade ser realizado dois grandes eventos em nosso país como a copa do mundo em 2014 e as olimpíadas em2016.
A copa do mundo pode não ser o acontecimento esportivo de maior porte do planeta, mas com certeza é o que tem maior apelo midiático e maior capacidade de gerar recursos para os setores direta e indiretamente envolvidos em sua realização. Para qualquer país onde seja realizado, o evento tem o apelo de uma vitrine capaz de mostrar a milhões de telespectadores de todos os cantos do planetaaspectos que vão muito além de estádios e disputas esportivas.
As olimpíadas a cidade do Rio de Janeiro está no centro da produção global do espetáculo esportivo. A utilização dos megaeventos como elemento catalisador da transformação urbana e alavanca para o desenvolvimento econômico, tem sido o principal argumento para que cidades se lancem numa acirrada disputa pelo direito de sediá-los.
    No Riode Janeiro a mobilização para o projeto olímpico se encontra o modelo de gestão empresarial competitivo. A flexibilidade regulatória, as Parcerias Público-Privadas (PPPs), as intervenções urbanas pontuais em áreas com alto potencial de valorização, os projetos de revitalização de áreas centrais e portuárias e a construção de um pacto consensual em torno da busca do desenvolvimento econômico, sãoapenas algumas estratégias alavancadas pelos investidores. O sentimento de crise como condição necessária para a criação de tal consenso, também se fez presente na cidade do Rio de Janeiro.
Em função do fanatismo acima da média mundial dos brasileiros pelo esporte, é de se esperar que a realização desse evento tenha forte apelo popular. As diferenças sociais, políticas e econômicas, tão marcantesno dia-a-dia do país diluem-se quando a equipe verde-amarela entra em campo. De alguma forma, a nação brasileira somente se vê inteira durante as Copas do Mundo de Futebol. Porém quais são as vantagens sócio-econômicas, e o retorno social do país que sedia um megaevento esportivo, está é a pergunta de maior importância que deverá ser respondida.
No projeto olímpico brasileiro destaca-se oautoritarismo na preparação e condução do projeto Rio 2016, à revelia das necessidades do conjunto da sociedade, bem como, o grande poder de decisão conferido às instituições não-governamentais responsáveis pela organização do evento, no caso o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e o International Olympic Committe (IOC). Enquanto em outras cidades sede a condução do projeto olímpico foi confiada a...
tracking img