Le goff - a historia nova

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1621 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
LE GOFF, Jacques. A História Nova. [Tradução Eduardo Brandão]. São Paulo, Martins Fontes, 1990, 318p. A obra em questão é uma nova edição da obra coletiva dirigida por Le Goff em 1978, Le Nouvelle Histoire, publicada em colaboração com Roger Chartier e Jacques Revel, na coleção Les Encylopedies du Savoir Moderne. Esta nova edição, publicada na França em 1988, compreende dez ensaios através dosquais é expressa a problemática da obra; nove ensaios são sobre domínios ou conceitos-chave da "nova história": longa duração, estruturas, antropologia histórica, mentalidade, cultura material, marginais, imaginário; ou áreas de conflito sobre as quais ela precisa se definir: história imediata e marxismo; e um décimo ensaio, de autoria de Le Goff, conceitua e descreve a "história da história nova".Com um intervalo de dez anos entre a edição da obra que sistematizou e abriu o caminho de uma "ciência em marcha", como proclamou Le Goff na apresentação de 1978, esta reedição serve para mostrar o vigor e a evolução dos trabalhos dentro de uma nova concei tuação de pesquisa em história, e é enriquecida com nova bibliografia anotada e comentada. São livros que nos informam dos novos métodos, novosobjetos e novos tratamentos da pesquisa histórica, nâo apenas na França, mas nos principais centros científicos do mundo ocidental. 0 autor tem seu nome e trabalho vinculados à célebre revista Annales e à École des Hautes Études en Sciences Sociales, instituições que deram abrigo aos inovadores do conceito de pesquisa histórica, em oposição à escola positivista e tradicional. Por que uma"história nova"? Recusando o modismo intelectual estéril, Le Goff responde que, assim como a história das sociedades evolui, a maneira de pensar a história também. Desse modo, a história nova é sobretudo uma nova maneira de "olhar a história", fornecendo novas ferramentas para o ofício de historiador. Fazendo um balanço dos efeitos e da repercussão que a nova história vem tendo nos meios intelectuais, LeGoff nâo deixa de lado o ensino. O pesquisador mostra sua sensibilidade de educador e redime os professores de história que ainda parecem estar atados a uma visão tradicional da disciplina: "sopa insossa, azedada e pouco nutritiva." Contudo, diz ele, esses professores têm demonstrado espírito crítico e boa receptividade às inovações, apesar de afastados da pesquisa por razões profissionais. Nãodeixa, porém, de alertar os encarregados do ensino quanto à necessidade de se reduzir o factual à sua dimensão pedagógica e quanto ao equívoco oposto de se introduzir a nova história nos currículos escolares elementares. Exemplificando com a cronologia, explica que esta "continua sendo um conjunto de referências que, sem dúvida, deve ser enriquecido, flexibilizado, modernizado, mas que permanecefundamental para o próprio historiador, para os jovens e para o grande público." Os dois aspectos definidores desta multiplicidade de enfoque e gêneros a que se denominou de história nova foram a revolta contra a estreiteza da história positivista e a abertura de novos caminhos para o conhecimento das sociedades utilizando-se de ciências afins. A sociologia, a antropologia, a demografia foram asdisciplinas que mais contribuições metodológicas trouxeram, mas também a psicologia

social, a psicanálise e a lingüística têm, freqüentemente, dado suporte a autores e temáticas da nova história. Dal a utilização de novas fontes, a ampliação destas e o recurso ao que fora desprezado pelos historiadores tradicionais. Inspirada pela revista Annales d'Histoire Économique et Sociale (1929), fundada porLucien Febvre e Marc Bloch, a pesquisa histórica passou a deter-se principalmente nos aspectos econômicos e sociais, contrapondo uma nova análise às formas tradicionais da história narrativa e sobretudo à história política, dos acontecimentos espetaculares. No ensaio A história e a longa duração, Michel Vovelle apresenta e discute o conceito fundamental em que se baseiam os trabalhos da nova...
tracking img