Laboratorio fisica experimental i

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1713 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]









































































SUMÁRIO

1 RESUMO 3
2 OBJETIVO 4
2.1 OBJETIVO GERAL 4
2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS 4
3 INTRODUÇÃO TEÓRICA 5
4 METODOLOGIA 7
4.1 EQUIPAMENTOS 7
4.2 PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL 7
5 RESULTADOS E ANÁLISES 9
5.1 RESULTADOS 9
5.2 ANÁLISES EERROS 11
6 CONCLUSÃO 12
REFERÊNCIAS 13
ANEXOS 14
ANEXOS I 14
7 EXEMPLOS DE ELEMENTOS DE APOIO AO TEXTO 15


RESUMO

Neste experimento que será realizado em laboratório para a disciplina Física Experimental, serão realizadas medições para identificar a existência do movimento retilíneo uniformemente variado(MRUV) em um trilho de ar.

OBJETIVO


1 OBJETIVO GERAL

Determinar avelocidade e a aceleração do cavaleiro no sistema.

2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Treinar a habilidade de medição com distancias e tempos através de régua e cronometro;
Estudar as características físicas do MRUV e suas equações matemáticas;
Trabalhar os valores do experimento, determinando informações significantes para o resultado final;
Trabalhar o resultado final a fim de expor essa informação deforma padronizada.

INTRODUÇÃO TEÓRICA


1 movimento retilíneo uniformemente variado (MRUV)

O movimento retilíneo uniformemente variado (MRUV) é um caso particular do movimento retilíneo uniforme (MRU) em que um móvel se move sobre um caminho em linha que está sendo submetido a uma aceleração constante.
Em qualquer movimento retilíneo a velocidade média é:
[pic]
E a aceleração média é:[pic]
Para as equações acima, usa-se geralmente os símbolos [pic],[pic] e [pic]para o tempo, a posição e a velocidade iniciais respectivamente. O símbolo [pic]representa a aceleração, [pic] a variável tempo, [pic] e [pic] representam a posição e a velocidade em um determinado instante.
Como v é constante no MRU a velocidade a qualquer instante é igual à velocidade média:
[pic]
Ou seja:[pic]
Como [pic] podemos transformar a equação acima em uma função da posição em relação ao tempo:
[pic]
Note que a equação acima assume que [pic], se o valor inicial do tempo não for zero basta trocar [pic] por [pic]. Essa é uma função linear, portanto o gráfico posição versus tempo seria uma reta, e a tangente do ângulo de inclinação dessa em relação ao eixo do tempo é o valor da velocidade.
Nocaso do MRUV a aceleração é constante, portanto:
[pic]

Assim:
[pic]
De forma similar ao que foi feito com o MRU, como [pic] podemos escrever a função da velocidade em relação ao tempo:
[pic]
Para se encontrar a função da posição em relação ao tempo pode-se integrar a função acima, feito isso temos:
[pic]
Manipulando a equação e considerando a [pic] = 0 temos:
[pic]
Sendo:
[pic]
Temosassim a equação da aceleração:
[pic]
Equação 1
Substituindo a variável aceleração na equação 1 pela equação da aceleração media:
[pic]
Temos:
[pic]
[pic]
Com [pic] = 0 a equação da velocidade será:
[pic]

Equação 2


2 Teoria dos erros

A necessidade de se saber o valor de quaisquer grandezas físicas faz que efetuemos medidas. As medidas que efetuamos, no entanto, nunca sãoexatas. O erro é inerente ao próprio processo de medida, isto é, nunca será completamente eliminado. Entretanto, o erro pode ser minimizado procurando-se eliminar o máximo possível as suas fontes.
O instrumento que dispomos para tomar o valor de uma medida mais próxima do valor verdadeiro chama-se Teoria dos Erros.
Por ser o erro inerente ao próprio processo de medida de uma grandeza, o valor medidoé geralmente indicado na forma:
[pic]

METODOLOGIA


1 EQUIPAMENTOS

Compressor de ar [1];
Trilho de ar [2];
Cavaleiro Metálico [3];
Sensor de Start [4];
Sensor de Stop [5];
Cronômetro Digital [6];
Barbante [7];
Massa de 50g [8];
Suporte para massa[9].

*As imagens dos equipamentos acima descritos estão inclusas no Anexo I.

2 PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL

Colocou-se o...
tracking img