KEYNES E A DEMANDA EFETIVA


Demanda efetiva é a parte da demanda agregada que de fato se realiza na aquisição de bens e serviços, e não a procura em potencial por esse bem ou serviço.

Assim,segundo Keynes, o nível de demanda efetiva da economia é o patamar que determina o nível de produto agregado e renda, no que se convencionou chamar de princípio da demanda efetiva.

Keynes, queresumia a Lei de Say como "a oferta cria sua própria demanda", e não acreditava que a produção de mercadorias geraria, sempre e obrigatoriamente, demanda suficiente para outras mercadorias.

Poderiamocorrer crises de superprodução, como ocorreu na década de 1930. Assim, o livre mercado pode, durante os períodos recessivos, não gerar demanda bastante para garantir o pleno emprego dos fatores deprodução devido ao "entesouramento" das poupanças. Nessa ocasião seria aconselhável que o Estado criasse déficits fiscais para aumentar a demanda efetiva e instituir uma situação de pleno emprego.

Ateoria de Keynes é baseada no principio de que os consumidores aplicam as proporções de seus gastos em bens e poupança, em função da renda. Quanto maior a renda, maior a percentagem da renda poupada.Assim, se a renda agregada aumenta em função do aumento do emprego, a taxa de poupança aumenta simultaneamente. E como a taxa de acumulação de capital aumenta, a produtividade marginal do capital sereduz, e o investimento é reduzido já que a lucratividade é proporcional a produtividade marginal do capital.

Ocorre então um excesso de poupança em relação ao investimento, o que faz com que ademanda efetiva fique abaixo da oferta e assim o emprego se reduza para um ponto de equilíbrio onde a poupança e o investimento fiquem iguais.

Como esse equilíbrio pode significar a ocorrência dedesemprego involuntário em economias avançadas (onde a quantidade de capital acumulado seja grande e sua produtividade seja pequena), Keynes defendeu a tese de que o Estado deveria intervir na fase... [continua]

Ler trabalho completo

Citar Este Trabalho

APA

(2012, 10). Keynes e a demanda efetiva. TrabalhosFeitos.com. Retirado 10, 2012, de http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Keynes-e-a-Demanda-Efetiva/453440.html

MLA

"Keynes e a demanda efetiva" TrabalhosFeitos.com. 10 2012. 2012. 10 2012 <http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Keynes-e-a-Demanda-Efetiva/453440.html>.

MLA 7

"Keynes e a demanda efetiva." TrabalhosFeitos.com. TrabalhosFeitos.com, 10 2012. Web. 10 2012. <http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Keynes-e-a-Demanda-Efetiva/453440.html>.

CHICAGO

"Keynes e a demanda efetiva." TrabalhosFeitos.com. 10, 2012. Acessado 10, 2012. http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Keynes-e-a-Demanda-Efetiva/453440.html.