Karl max fichamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3176 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
KARL MARX
“O homem é, no sentido mais literal, um zoon politikon (ANIMAL SOCIAL, em grego), não apenas um animal sociável, mas um animal que só pode isolar-se na sociedade” (Contribuição à Crítica da Economia Política).

Dialética e Materialismo

Friedrich Hegel (1770 - 1831) Para o filósofo idealista, pensador alemão, “tudo o que é real é racional, e tudo o que é racional é real”.
A noçãoda dialética que teve como origem o pensamento clássico grego, e logo em seguida, foi retomada e reformulada por Hegel, teria sido desencadeado pelo conflito e pela contradição.
Conforme Hegel a consciência alienada decorre de fatos como os seres humanos, subjugados pela própria criação, separando-se da realidade “ a consciência de si como natureza divina”. Após a morte de Hegel seu pensamentofoi interpretado, dando origem a duas tendências: uma conservadora, de direita, e outra de esquerda, na qual foi representada pelos jovens neo-hegelianos, entre os quais se encontravam-se Marx e Engels.
Na passagem do idealismo para o materialismo dialético, Ludwig Feuerbach sustentava que a alienação fundamental tem raízes no fenômeno religioso, que cinge a natureza humana, fazendo com que aspessoas estejam submetidas as forças divinas, nas quis são autônomas e superiores. Feuerbach defende que a mente humana, é uma projeção fantástica sendo então uma alienação.
Embora a princípio, seduzidos pela tese de Feuerbach, Marx e Engels rebateram-nas vigorosamente por considerarem uma simples crítica religiosa denominada como “ luta contra frases” Sendo exatamente nesse ponto que a teoriamarxista articula a dialética e o materialismo, negando assim o idealismo hegeliano quanto o materialismo dos neo-hegelianos, resultando na reformulação não só da dialética como também na concepção dos fundamentos da alienação.
“ Os filósofos limitaram-se a interpretar o mundo de distintos modos, cabe transformá-lo.” Na visão de Marx e Engels, a alienação associa as condições matérias de vida.
“Nãonos enganamos a respeito da natureza desse espírito maligno que se manifesta constantemente em todas as condições que acabamos de assinalar.”
Marx faz uma crítica analítica da vida social, seguido de um desabafo e indignação com a situação e posição da consciência, alienado do homem na sociedade, comentando que, só haveria uma mudança a partir do momento em que fosse implantado, unicamente novasforças para trabalhar, homens novos, que são operários.
“ Segundo Marx, os economistas de seu tempo não reconhecem a historicidade dos fenômenos que se manifestam na sociedade capitalista, por isso suas teorias são comparáveis ás dos teólogos, para os quais “toda religião é estranha e pura invenção humana, enquanto a dele próprios é uma emanação de Deus”. Ele questionavam qual as relaçõesburguesas de produção são naturais, estando de acordo com a lei da natureza, sendo consideradas “leis eternas que devem reger sempre a sociedade .De modo que até agora houve história, mas agora já não há” Para ele os processos ligados á produção são transitórios, como ideias, concepções, gostos, crenças, categorias do conhecimento e ideologias.

“Será a maneira de ver a natureza e as relações sociaisque a imaginação grega inspira.” Toda a mitologia subjuga, governa as funções da natureza no domínio da imaginação, dando-lhes formas: que desaparece quando as mesmas são realmente dominadas.

Necessidades:
Produção e Reprodução

Analisando a sociedade como sendo a existência de seres humanos por meio de interação com a natureza e também com os outros indivíduos dando origem a vidamaterial, Marx faz um pressuposto histórico em que os homens para “ fazer história” antes de mais nada é necessário viver, ele ressalta como primeiro fato histórico a produção dos meios que permitem satisfazer essas necessidades, a produção da própria vida material como sendo extraído da natureza o seu sustento e o da sua prole.
Visando produzir, para satisfazer suas necessidades o homem se organiza...
tracking img